maio 24, 2019

970×90

A Bahia deve sediar evento internacional de Educação

A Bahia deve sediar evento internacional de Educação

Em 2018, a Bahia deve sediar um dos maiores eventos internacionais na área de educação, o Virtual Educa, que reúne projetos inovadores no campo educacional e da formação profissional. Representando o Brasil, o Governo do Estado apresentou aos organizadores do projeto as condições de infraestrutura e os atrativos baianos.

O governador Rui Costa se reuniu com representantes da organização, no final da tarde desta última quinta-feira (28) e, ao lado dos secretários estaduais da Educação, Walter Pinheiro, do Turismo, José Alves, e da Ciência, Governador Rui Costa se reúne com representantes da OEA e o secretário da Educação para discutir a realização do evento Virtual Educa em SalvadorTecnologia e Inovação, Manoel Mendonça, demonstrou o interesse e a afinidade da Bahia com o tema.

O evento ocorre a cada ano em um país membro da Organização dos Estados Americanos (OEA). Para 2018, um dos temas escolhidos é o da imigração e os fluxos migratórios ao redor do mundo. Por esse motivo, a Bahia desperta ainda mais interesse dos organizadores, de acordo com o secretário geral do Virtual Educa, José María Antón, que esteve no gabinete do governador nesta quinta.

“Consideramos que [o evento] deve [ocorrer] na Bahia por muitas razões. O multiculturalismo que norteia a globalização, com diversidades de matrizes e valores, está no Brasil, de uma maneira geral, e na Bahia mais especificamente. A ideia é produzir aqui um encontro mundial para trocar experiências sobre o que está sendo feito Governador Rui Costa se reúne com representantes da OEA e o secretário da Educação para discutir a realização do evento Virtual Educa em Salvadorna África, na Europa, nos Estados Unidos, ao redor do mundo”, disse o secretário geral. José María Antón afirmou ainda que “eu, pessoalmente, me sinto inclinado a trazer o evento para a Bahia porque vivi durante 18 anos na África e aqui temos muitas dessas influências. Acredito na Bahia como um lugar muito importante para definir os rumos da política e da prática educacional no século XXI”.

O secretário Walter Pinheiro disse estar confiante na capacidade do estado em sediar um evento de tamanha importância. “Muitas das iniciativas que integram tecnologia e educação já são utilizadas na Bahia com sucesso. Temos muitas dessas referências e já nos apresentamos como um polo importante nesse sentido”. Para ele, essa pode ser a primeira vez que o continente africano participe do Virtual Educa. “Então nada mais justo que o nosso estado, tão rico em referências e heranças da África, receba este encontro. As nossas experiências nas áreas de tecnologia e educação, aliadas à nossa riqueza cultural, fazem da Bahia um local perfeito para esse evento”.

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: