setembro 25, 2021

970×90

Ação do Julho Amarelo realiza testagem rápida, vacinação e orientações no pé do Oiti

Ação do Julho Amarelo realiza testagem rápida, vacinação e orientações no pé do Oiti

Quem passou próximo ao pé do Oiti, no centro de Lauro de Freitas, na manhã desta quarta-feira (28), pôde realizar testagem rápida para detectar hepatites virais, se vacinar contra hepatite B e receber orientações de prevenção contra a doença. A iniciativa finaliza a campanha ‘Julho Amarelo’ que mobilizou durante todo o mês ações com finalidade de reforçar a vigilância, prevenção e controle das hepatites virais no município.

O secretário municipal de Saúde, Augusto César Pereira, explicou que as atividades do Julho Amarelo são encerradas estrategicamente dia 28, por ser Dia Mundial de Combate às Hepatites. “Estamos cumprindo nossa meta de a cada dia estarmos avançando na Saúde do nosso município e fazendo com que a população se mantenha atenta aos sintomas como febre, fraqueza, vômitos ou náuseas. Nada melhor do que prevenir e este é um trabalho de prevenção”, disse.

Debaixo do toldo, as pessoas aguardavam sentadas a vez de realizarem o teste rápido. Apenas uma gotinha de sangue e o resultado sai em menos de dez minutos. “É recomendado que todas as pessoas com idade igual ou superior a 40 anos realizem ao menos uma vez na vida este teste”, alerta o enfermeiro Ramon Campos. Ao longo de todo ano, os testes e a vacina contra a hepatite B, são aplicadas nas 16 Unidades de Saúde da Família espalhadas pela cidade e no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) localizado na Avenida Bispo Renato Cunha, no Centro.

Dona Maria Magnólia estava a caminho do supermercado e resolveu fazer o teste. “Se é um exame, é importante para nossa vida porque podemos dessa forma acompanhar se estamos saudáveis ou não”, disse. Já para Cleonildes Coutinho, a ação veio a calhar. “Eu tenho sentido muito cansaço e pontadas na lateral do abdômen, já queria ter feito o teste e hoje aqui, não perdi a oportunidade”, afirmou.

O coordenador do CTA, Djair de Deus, explica que o equipamento é referência em diagnóstico e tratamento das hepatites virais. “As pessoas que foram diagnosticadas positivas aqui nesta ação, serão encaminhadas para o CTA. No equipamento serão acompanhados por médicos infectologistas, realizam exames complementares e o tratamento é totalmente gratuito assegurado pelo SUS”, explicou.

Ao todo, durante a ação no pé do Oiti, foram realizados mais de 500 testes rápidos e cerca de cinco mil preservativos masculinos e 300 femininos foram distribuídos.

Prevenção

Vestidas com roupas confeccionadas com embalagens de preservativos, as transformistas chamaram atenção para a necessidade de prevenção de quem passava pelo local. “É necessário que as relações sexuais sejam feitas com uso de camisinhas, higienização correta dos materiais perfurocortantes como alicates de unha e agulhas de estúdio de tatuagem, vacinação em dia e acompanhamento pré-natal para impedir a transmissão vertical”, explicou Ramon.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde