maio 19, 2022

970×90

Advogado do DEM diz que ação contra Neto é improcedente e já foi arquivada

O advogado Fabrício Medeiros, do Democratas, classificou como “requentada” a ação da Procuradoria da República da 1a Região, que denunciou 443 ex-deputados por uso indevido do dinheiro público.

“Na época em que a denúncia foi feita por um site, a Procuradoria Geral da República apresentou diversos pedidos de investigação por peculato contra os deputados citados na reportagem. A ação tramitou no Supremo Tribunal Federal e foi arquivada em sua totalidade a pedido da própria Procuradoria, que reconheceu que não houve nenhum crime”, disse o advogado.

Fabrício Medeiros criticou a decisão da Procuradoria da República da 1a Região de tentar reabrir o caso. “Será que o procurador que assina a ação não sabe que a investigação já foi arquivada pelo Supremo Tribunal Federal?”, indagou o advogado. De acordo com o advogado do Democratas, o resultado da ação na Procuradoria da 1a Região será o mesmo do STF. “Já ficou comprovado que não houve crime. Se o Supremo já arquivou a ação, tenho certeza que vai acontecer a mesma coisa na instância inferior”.

O advogado disse, ainda, que nenhum deputado do Democratas cometeu qualquer tipo de irregularidade. O prefeito ACM Neto também considerou a ação “descabida, improcedente e inaceitável”. “Se o Supremo Tribunal Federal, a pedido da Procuradoria Geral da República, arquivou todas os inquéritos porque constatou que não houve crime, como querem agora fazer a mesma denúncia?”, perguntou o prefeito.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde