junho 12, 2021

970×90

Aliados de Rui, Otto e Muniz votam a favor da PEC 55; Lídice vota contra

O Senado aprovou a matéria na noite desta terça-feira (29) em primeiro turno por 61 votos favoráveis, 14 contrários e nenhuma abstenção. Dentre os baianos, apenas a senadora Lídice votou contra o texto. Roberto Muniz e Otto Alencar foram a favor da PEC 55.
“É uma PEC antidemocrática, é uma PEC que constitucionaliza uma regra fiscal, coisa que não se vê em nenhuma parte do mundo. […] É antidemocrática porque ela congela, durante 20 anos os gastos federais, corrigindo-os apenas pela inflação. Impõe uma queda nos gastos federais em termos de PIB e em termos de gastos per capita no país”, disse a senadora Lídice da Mata em seu discurso no plenário do Senado.
Segundo a senadora, a máscara do governo peemedebista vai cair quando o Congresso passar a discutir a reforma da Previdência. “As máscaras vão cair, porque aqui estão impondo uma PEC, que é a PEC que impõe a recessão, em que não se discute nenhuma medida de crescimento da economia, mas que vai passar o rolo compressor em cima, porque o povo não está compreendendo bem, mas, na hora da reforma da Previdência, eu quero ver como vai ser”, apontou. “Proponho e continuo propondo que nós possamos fazer um referendo depois dessa votação da PEC 55, para ver se o povo brasileiro concorda com essas medidas”, sugeriu.
Os senadores Otto Alencar e Roberto Muniz não falaram durante a sessão que aprovou a PEC, conforme registros das notas taquigráficas do Senado.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde