abril 10, 2021

970×90

Anvisa proíbe fabricação de remédio contra vermes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação do medicamento albendazol 40 mg/L suspensão oral, da empresa Brainfarma, na terça-feira (18).

O remédio, que é usado no tratamento de verminoses, já havia sido cancelado em novembro de 2013, e um lote que foi produzido anteriormente ao cancelamento foi avaliado pela Fundação Ezequiel Dias revelou resultados insatisfatórios no ensaio de teor de princípio ativo do medicamento.

A empresa deverá, dessa forma, recolher todo o estoque de lotes existentes no mercado fabricados após novembro de 2013. A Brainfarma informou em nota que recorreu da decisão da Anvisa. “O laboratório não encontrou irregularidades em amostra de controle”, afirmou a empresa. Mesmo recorrendo, a empresa retirou os lotes “voluntariamente” do mercado. “A Brainfarma salienta que não fabricou ou comercializou qualquer lote após o cancelamento do registro do produto junto à Anvisa, que foi motivado pela falta de interesse comercial da empresa em renovar o registro junto ao órgão.

Os lotes até então fabricados e comercializados não possuem qualquer desvio de qualidade, nem representam qualquer o risco à saúde”, afirmou.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde