novembro 14, 2019

970×90

Após fim de jejum, jogadores do Bahia destacam volta da confiança

Após fim de jejum, jogadores do Bahia destacam volta da confiança

Entre a derrota para o Brasil de Pelotas, na última sexta-feira, e o jogo desta terça, contra o Oeste, a palavra que mais se ouviu falar no Fazendão foi confiança. O interino Aroldo Moreira, os novos auxiliares e o novo técnico, Guto Ferreira, destacaram a necessidade de fazer com que o elenco do Bahia levantasse a cabeça. E, ao que tudo indica, deu certo.

Depois do triunfo por 2 a 0 sobre o Oeste, na Arena Fonte Nova, todos os jogadores do Bahia destacaram a importância moral do resultado. Autor do segundo gol no jogo, Zé Roberto vibrou com os três pontos e, de quebra, com o pênalti defendido por Marcelo Lomba no segundo tempo da partida.

– Tava pensando que ia dedicar meu gol a ele. Pra mim, desde que acompanho o Bahia, quando era moleque, ele é o maior ídolo que o Bahia pode ter. É a maior referência que tem dentro do grupo. Foi bom o pênalti. Sabia que ele ia pegar (…) Ele (Guto Ferreira) teve pouco tempo para trabalhar, mas pela cobrança dele ele motivou um pouco a gente, deu confiança. Jogar futebol é muito cabeça. O mais importante é o psicológico. Foi bom isso pra gente – comentou o atacante.

Autor do primeiro gol, Hernane seguiu o mesmo caminho. O Brocador ainda cobrou o apoio do torcedor durante a Série B.

– Eles têm que apoiar. Eles cobraram, eles estão no direito. São quatro derrotas seguidas. Mas, a partir do momento que eles pagam o ingresso, têm que apoiar. Se não tiver torcida e Bahia junto, a gente não vai conseguir o acesso – avaliou.

O Bahia volta a jogar no sábado, contra o Ceará, no Castelão. Com o triunfo desta terça, o Tricolor chegou aos 20 pontos conquistados em 13 partidas. Com informações G1.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: