junho 12, 2021

970×90

Assaltante diz que roubou para passar festas de fim de ano em Lauro de Freitas

Amando, Tiago e George foram apresentados na 13ª Delegacia, em Cajazeiras. “Com o dinheiro, eu ia viajar com minha mulher e meu filho para Lauro de Freitas, Arembepe, passar o Natal e o Réveillon”, disse George. 

Os três jovens presos em flagrante por suspeita de envolvimento na tentativa de roubo à unidade das Lojas Americanas na Estrada da Paciência, em Cajazeira 8, pretendiam vender os produtos do roubo (tablets e celulares) para curtir o Natal e o Réveillon fora de Salvador.


O roubo foi frustado por policiais da 3ª CIPM (Cajazeiras), que flagraram um dos jovens tentando sair da loja com um saco contendo tablets e calulares. Dois suspeitos de participar do crime conseguiram fugir.
O vidraceiro George Alberto de Santana Nascimento, 24 anos, queria ir com a mulher e o filho de 4 anos para Arembepe. Já o gari Tiago Santos de Araújo, 26, já estava sonhando com a Cidade Maravilhosa, onde tem parentes. E o comparsa deles, Amado Jorge Santos Cruz, 22, havia planejado ir para a Ilha de Itaparica.
“Só queria os aparelhos. A gente ia dividir e cada um desenrolava [vendia] o seu”, disse George. “Com o dinheiro, eu ia viajar com minha mulher e meu filho para Lauro de Freitas, Arembepe, passar o Natal e o Réveillon”, disse George.
Os suspeitos ficaram no entorno da loja, esperando o momento para render os funcionários que chegassem para abrir o estabelecimento. Alguns funcionários estranharam a presença dos rapazes, e o fato de eles ficarem olhando para os funcionários que chegavam para trabalhar. Eles, então, informaram ao gerente e acionaram o sistema de segurança da loja. 

Arma de brinquedo
Por volta das 7h, George rendeu quatro funcionários com um simulacro de pistola .40 e entrou na loja com eles, ao passo que os demais ficaram vigiando o local. “Ele não nos ameaçou e não pegou nada de ninguém. A todo instante, ele dizia que só queria os produtos da loja, tablet e celular”, contou um funcionário da Americanas. 
De acordo com o relato, havia cerca de 14 funcionários na loja no momento, mas a maioria se escondeu ao perceber a ação criminosa. “Quando os policiais chegaram, nós os convencemos a se entregar. Ele mandou a gente deitar no chão e disse que queria sair com o gerente”, completou a testemunha.
Eram cinco assaltantes, mas apenas um entrou na loja. Os três presos foram autuados em flagrante por tentativa de roubo”, afirmou a delegada Olveranda Oliveira, titular da 13ª DT (Cajazeiras).
A polícia informa que os fugitivos têm por prenome Flávio e Cristian. “A gente está investigando também a informação dada por eles de que foi um funcionário da loja quem forneceu informações para o roubo. Esse funcionário fez fotos da entrada e saída da loja e das escadas de acesso ao depósito e à sala do gerente”, afirmou Washington Costa, coordenador de investigação da 13ª DT. 
Segundo ele, o grupo chegou ao local em um Fiat Siena bege, que foi estacionado nos fundos da loja. Os policiais encontraram as chaves e os documentos do carro em uma lixeira na Rótula da Feirinha, em Cajazeira 10. O veículo foi roubado por dois homens em uma moto preta na tarde de quarta-feira (30), em São Rafael. George e Tiago foram reconhecidos por um homem como os dois homens em uma moto preta que o assaltou em Águas Claras. O grupo é suspeito do roubo de outro Fiat Siena.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde