julho 03, 2022

970×90

Audiência pública discute Proposta de Lei sobre Inovação em Lauro de Freitas

Audiência pública discute Proposta de Lei sobre Inovação em Lauro de Freitas

Com o objetivo de tornar Lauro de Freitas uma cidade mais inovadora, sustentável e solidária, a gestão municipal realizou uma audiência pública para tratar sobre os projetos de lei que dispõem sobre a Política Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação e a criação Agência de Inovação e Sustentabilidade – Inova Lauro. O diálogo ocorreu na noite desta terça-feira (22), na Unime, e contou com a representação de empresários do setor, autoridades municipais e da sociedade civil.

Os projetos fazem parte de uma estratégia do poder público para criar uma política de ciência, tecnologia e inovação, visando conectar a cidade com o futuro, gerar emprego e renda, incentivar o empreendedorismo e o desenvolvimento sustentável.  As propostas tramitam na Câmara Municipal de Lauro de Freitas, sob relatoria da vereadora Aline Oliveira.

O encontro foi uma importante ocasião para ouvir os anseios da sociedade e encontrar soluções para transformar Lauro de Freitas numa cidade inteligente, além de continuar garantindo melhor qualidade de vida à população, conforme destacou a prefeita Moema Gramacho. “Já não podemos mais viver sem a tecnologia. Inovação tem a ver com tecnologia e nós estamos dispostos em transformar Lauro de Freitas numa cidade inteligente, digital e inovadora. Hoje, aqui, a sociedade civil se manifestou favoravelmente as propostas e vamos construir essa política, juntos, através do Vale de Ipitanga e outras representações”, disse, ao completar que, a partir dessa apresentação, a gestão municipal pretende reunir as contribuições, de acordo com o pensamento da sociedade civil, e anexar as propostas.

Atenta às observações, a vereadora Aline Oliveira destacou que a audiência pública foi um importante momento de construção de duas propostas que representarão um marco na cidade. “Estamos dialogando e pensando na construção de uma Lauro de Freitas do futuro, mais sustentável e inovadora. Sem dúvida, esses projetos vão permitir esse avanço. E nós, enquanto representantes do povo, vamos sempre trabalhar para fazer o que for melhor para a população”, contou a edil.

O titular da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviço, Inovação e Tecnologia (SMDE), Manoel Carlos Santos, ressaltou que o projeto levará Lauro de Freitas a ocupar um lugar de destaque nos quesitos tecnologia e inovação. “Estamos inserindo nosso município no patamar de cidade tecnológica, inovadora e sustentável. O resultado disso será refletido na atração de novas empresas, geração de emprego e renda, além de uma cidade mais moderna, uma cidade do futuro”, disse o secretário.

Na avaliação de Thomas Magno, representante da sociedade civil através da associação Vale do Ipitanga, os projetos representam um salto para o futuro. “Convocamos a sociedade civil, através das redes sociais e de outros chamados, e ela compareceu. Estamos aguardando a contribuição dessa população para construirmos a Lei de Inovação juntos. Queremos entender os problemas atuais e buscar a melhor forma de resolver para construirmos uma cidade mais inovadora”, argumentou.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde