julho 28, 2021

970×90

Base Aérea de Salvador (BASV) celebra o 148º aniversário de Alberto Santos-Dumont. Vice-prefeito de Lauro de Freitas, marca presença na solenidade

Base Aérea de Salvador (BASV) celebra o 148º aniversário de Alberto Santos-Dumont. Vice-prefeito de Lauro de Freitas, marca presença na solenidade

Comandante da BASV, Coronel Aviador, Marcello Borges e vice-prefeito de Lauro de Freitas, Vidigal Cafezeiro

Nesta terça-feira (20) a Força Aérea Brasileira (FAB) celebrou em todo país o 148º aniversário de Alberto Santos-Dumont, Pai da Aviação e Patrono da Aeronáutica Brasileira.

Na Bahia, a solenidade realizada na Base Aérea de Salvador (BASV) foi conduzida pelo Coronel Aviador, Marcello Borges da Costa com a presença de diversas autoridades, entre elas, o vice-prefeito de Lauro de Freitas, Dr. Vidigal Cafezeiro, representando a prefeita Moema Gramacho.

Durante a cerimônia, foram entregues as Medalhas Mérito Santos-Dumont e Bartolomeu de Gusmão, pela prestação de notáveis serviços à Aeronáutica Brasileira, a BASV homenageou as seguintes autoridades:

• O Militar da Força Aérea Brasileira, suboficial, Marcelo Muniz Gomes,
• O Capitão dos Portos da Bahia, Capitão de Mar e Guerra, Rafael Ribeiro Gonzalez,
• O vereador de Salvador, Maurício Trindade,
• O diretor administrativo da Câmara Municipal de Salvador, Adriano Motta Gallo.

O evento seguiu os protocolos de segurança para o enfrentamento ao novo Coronavírus, utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e respeitaram o distanciamento previsto.

Alberto Santos-Dumont, brasileiro, nasceu em Minas Gerais em 20 de julho de 1873. De 1889 a 1909, planejou, construiu e experimentou dezenas de invenções entre balões livres, dirigíveis e aviões.

Santos-Dumont foi consagrado como patrono da Aeronáutica Brasileira em 4 novembro 1984, por suas pioneiras contribuições à locomoção aérea mundial, sendo o primeiro aviador do mundo a voar com uma máquina mais pesada que o ar, o avião 14-Bis que foi inventado e construído por ele.
Na tarde de 23 de outubro de 1906 em Paris no Campo de Bagatelle, diante do público, Santos-Dumont, arrebatou com um voo de 70 metros, a Taça Archedeacon, destinada a quem voasse mais de 25 metros e se consagrou o responsável por iniciar a Era da Aviação Mundial com o seu avião Demoiselle nº 20, cujo modelo difundiu-se mundialmente e no qual todo o mundo iniciou a voar.

Texto: Gabinete do Vice-prefeito

Fotos: Gleidson Timóteo

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde