junho 12, 2021

970×90

Boliviana responsável por autorizar plano de voo da LaMia pede refúgio no Brasil

Considerada responsável por autorizar o plano de voo do avião da Chapecoense, que caiu na Colômbia e matou 71 pessoas, a boliviana Célia Castedo Monasterio pediu refúgio no Brasil nesta segunda-feira (05).
Ao site “UOL”, o delegado Sergio Luis Macedo disse que o Ministério da Justiça tem até um ano para avaliar o pedido e, se confirmado, ela pode permanecer no Brasil.
“Ela alegou que está sendo perseguida e tida como um bode expiatório, a única culpada pelo Ministério Público Boliviano neste acidente. Ela diz que não tinha autoridade para impedir que o avião decolasse”, disse.
“Então foi feito o pedido de refúgio aqui na delegacia, que é enviado automaticamente ao Ministério da Justiça por meio de um sistema computadorizado. Mas a partir de agora, ela já pode ir para onde quiser no Brasil”, completou.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde