outubro 26, 2021

970×90

Brasil dá novo show e garante classificação, mas Cristiane sai machucada

Brasil dá novo show e garante classificação, mas Cristiane sai machucada

Dois jogos, duas vitórias, sete gols marcados e só um sofrido. Após fazer 3 a 0 na China na estreia, a seleção feminina de futebol manteve sua campanha impecável no sábado (6) ao golear por 5 a 1 a Suécia no Engenhão e garantir matematicamente a vaga para as quartas de final nos Jogos Olímpicos.A nota preocupante ficou por conta da lesão muscular de Cristiane, que sentiu a coxa no segundo tempo e saiu carregada de campo, sem conseguir pisar no chão. Ainda não há informações mais detalhadas sobre a situação da atacante.

Beatriz (2), Cristiane e Marta (2) fizeram os gols, no que foi uma exibição de gala das brasileiras. Mesmo um time forte como a Suécia, sexta colocada no ranking da Fifa, ficou sem reação.

O Brasil fecha sua participação na primeira fase contra a África do Sul, que ainda não somou pontos no Grupo E. O duelo acontece na próxima terça-feira (9), às 22h (de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus.
A primeira grande chance da partida foi sueca, quando a meio-campista Asllani desviou cruzamento quase na pequena área. Mas a goleira Bárbara se esticou toda para fazer uma grande defesa. A partir daí, só deu Brasil: a movimentação do quarteto ofensivo foi demais para a marcação sueca, e o primeiro gol saiu aos 20 minutos, quando Beatriz aproveitou falha de comunicação entre a zaga e a goleira Lindahl, se antecipou e tocou para as redes.
Maior artilheira da história do futebol olímpico (contando masculino e feminino), Cristiane aumentou seu recorde neste sábado. E foi com um golaço, ao desviar de letra um cruzamento de Marta. Agora são 15 gols em 18 partidas da centroavante brasileira em Jogos Olímpicos. No segundo tempo, porém, ela sentiu problema muscular na coxa e foi substituída por Debinha, preocupando a seleção.
Assim como na estreia contra a China, a camisa 10 do Brasil teve outra excelente atuação coletiva e individual. Jogando pela ponta direita do ataque e ajudando na marcação sem bola, Marta teve sua primeira chance aos 10 minutos, mas parou em defesa cara a cara de Lindahl. Na segunda oportunidade, porém, ela não perdoou: Cristiane foi derrubada na área, a árbitra marcou pênalti e Marta bateu com categoria. Já no segundo tempo, após “tabelar” com a zaga adversária, ela fez o quarto. Beatriz fez mais um no fim, e Schelin marcou o de honra das suecas.

Só desastre tira o primeiro lugar do Brasil

Com um saldo de 7 gols, o Brasil praticamente garantiu a primeira posição do grupo. Suécia e China, com três pontos cada, se enfrentam na última rodada e ainda podem em teoria ultrapassar a seleção, mas para isso teriam que tirar uma grande diferença no saldo: as suecas têm -3, e as chinesas, -1. Além disso, o Brasil teria que perder da África do Sul. Caso passe mesmo em primeiro, a equipe de Vadão joga as quartas contra um dos melhores terceiros colocados, em 12 de agosto, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

Brasil 5 x 1 Suécia

Local: Estádio do Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 06/08/2016

Horário: 22h (de Brasília)

Árbitra: Lucia Venegas (México)

Gols: Beatriz, aos 20, Cristiane, aos 23, e Marta, aos 44 minutos do 1º tempo; Marta, aos 34, e Beatriz, aos 40, e Schelin, aos 43 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos: Eriksson e Asllani (Suécia)

Brasil: Bárbara; Fabiana (Poliana), Mônica, Rafaelle e Tamires; Formiga (Andressinha), Thaisa, Marta e Andressa Alves; Cristiane (Debinha) e Beatriz. Técnico: Vadão

Suécia: Lindahl; Rubensson, Fischer, Berglund e Eriksson (Andersson); Dahlkvist; Rolfo (Schough), Seger, Asllani (Appelqvist) e Jakobsson; Schelin. Técnica: Pia Sundhage

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde