abril 10, 2021

970×90

Cantores do Aviões, Xand e Solange são levados pela PF

Os cantores Solange Almeida e José Alexandre, conhecido como Xand Avião, do grupo Aviões do Forró, e o empresário Isaías Duarte foram conduzidos coercitivamente para a Superintendência da Polícia Federal, nesta terça-feira (18), no Bairro de Fátima, em Fortaleza, no Ceará.
Junto com a Receita Federal, a PF deflagrou uma operação que investiga fraudes no imposto de renda que envolve as empresas ligadas ao grupo A3 Entretenimento, que teria sonegado cerca de R$ 500 milhões e teve aproximadamente R$ 600 mil apreendidos pelos agentes. Ao todo, foram cumpridos 32 mandados de condução coercitiva e 44 de busca e apreensão em três cidades: Fortaleza e Russas, no Ceará, e em Souza, na Paraíba. Ainda houve bloqueios de 163 imóveis, 38 veículos de pessoas físicas e outros 31 de pessoas jurídicas.
As investigações da Operação “For All” apontam que a A3 teria fornecido dados falsos ou omitido informações relevantes em suas declarações, para se eximir da cobrança de tributos, além da possível ocorrência de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa. Em coletiva, a PF informou que a apuração foi instalada há dois anos pelo Ministério Público e que 26 empresas e quatro bandas, entre elas Aviões, Solteirões do Forró e Dorgival Dantas, estão envolvidos. Só os conjuntos musicais teriam subtraído R$ 120 milhões do Fisco.
Em nota, a assessoria de imprensa de Solange e Xand afirmou que irá colaborar com a investigação. “A Banda Aviões do Forró informa que está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação”, diz o comunicado.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde