dezembro 18, 2018

970×90

Celular com sensor de movimento: conheça os modelos mais baratos

Celular com sensor de movimento: conheça os modelos mais baratos

Reconhecer comandos por gestos já é uma função comum aos celulares mais modernos, com diversos preços e fichas técnicas. Com sensores de movimento, os smartphones são capazes de identificar proximidade, giro, aceleração e ações específicas, o que facilita a experiência de uso e gera respostas mais rápidas às demandas do usuário.

 

Os aparelhos têm especificações intermediárias, trazendo preços médio entre R$ 570 e R$ 1.400.

Moto X Play

Assim como os demais integrantes da linha, o Moto X Play conta com o famoso atalho para abrir a câmera com movimento do pulso. Basta habilitar a função nas configurações e, depois, girar rapidamente o aparelho duas vezes. O recurso funciona até quando o celular está com a tela bloqueada, agilizando a captura das fotos. A tarefa é realizada por um sensor de 21 megapixels, com abertura de lente de f/2.0 e auxílio do flash LED duplo. Já a câmera frontal tem 5 megapixels e abertura de f/2.2.

As especificações do smartphone, lançado em 2015, incluem ainda processador octa-core Snapdragon 615 (quatro núcleos de 1,7 GHz e quatro de 1 GHz), 2 GB de RAM e espaço interno de 16 ou 32 GB, expansível até 256 GB via microSD. A bateria de 3.630 mAh garante até dois dias de uso, de acordo com a fabricante. Ele vem com Android Lollipop de fábrica, mas já recebeu atualização para o Marshmallow. O Play é a versão mais barata entre os Moto X atualmente disponíveis para venda, com preço médio de R$ 1.400.

Moto G 3

O Moto G 3 é outro smartphone da Motorola com o recurso. O TechTudo já ensinou como ativar nele o reconhecimento a movimento, que funciona tanto para abrir a câmera quanto para acender a lanterna. No caso da câmera, o gesto é o mesmo do Moto X: o usuário gira o pulso rapidamente e o dispositivo abre, mesmo com a tela bloqueada. A câmera principal tem 13 megapixels e a frontal, 5 megapixels.

As especificações do smartphone, lançado em 2015, incluem ainda processador octa-core Snapdragon 615 (quatro núcleos de 1,7 GHz e quatro de 1 GHz), 2 GB de RAM e espaço interno de 16 ou 32 GB, expansível até 256 GB via microSD. A bateria de 3.630 mAh garante até dois dias de uso, de acordo com a fabricante. Ele vem com Android Lollipop de fábrica, mas já recebeu atualização para o Marshmallow. O Play é a versão mais barata entre os Moto X atualmente disponíveis para venda, com preço médio de R$ 1.400.

Moto G 3

O Moto G 3 é outro smartphone da Motorola com o recurso. O TechTudo já ensinou como ativar nele o reconhecimento a movimento, que funciona tanto para abrir a câmera quanto para acender a lanterna. No caso da câmera, o gesto é o mesmo do Moto X: o usuário gira o pulso rapidamente e o dispositivo abre, mesmo com a tela bloqueada. A câmera principal tem 13 megapixels e a frontal, 5 megapixels.

Com preços a partir de R$ 800, o intermediário é encontrado em versões de 1 GB ou 2 GB de RAM, com capacidades de 8 GB e 16 GB de memória interna, respectivamente. Sua ficha técnica compreende ainda processador quad-core de 1,4 GHz, espaço para microSD de até 32 GB, bateria de 2.470 mAh e suporte à rede 4G. O Moto G 2015 roda Android Marshmallow e tem ainda como atrativo a resistência à água, podendo ficar submerso até 1 metro de profundidade, por 30 minutos.

LG G3 Beat

Com preços a partir de R$ 850, o LG G3 Beat facilita o trabalho de tirar selfies. Sua câmera frontal, de 1,3 megapixels, captura fotos ao detectar o movimento de abrir e fechar as mãos, eliminando a necessidade de esticar o braço para tocar na tela do celular. Já a câmera principal conta um sensor de 8 megapixels, que consegue gravar vídeos em Full HD (1080p).

Seu display HD tem 5 polegadas e é revestido com Gorilla Glass 3. Internamente, o celular traz bateria de 2.540 mAh, processador quad-core de 1,2 GHz, 1 GB de RAM, 8 GB de armazenamento e entrada para microSD de até 64 GB. Ele roda o Android Lollipop (5.0.2) e tem conexão 4G.

Galaxy A5

O Galaxy A5 traz um recurso bem parecido ao do smarphone da LG. No intermediário da Samsung, que custa em torno de R$ 1.100, basta fazer um gesto mostrando a palma da mão na frente da câmera para que ela tire a foto. Na traseira, de 13 megapixels, o disparo é imediato. Já na câmera frontal, cuja resolução é de 5 megapixels, a captura é feita após 2 segundos.

O corpo de 123 gramas ostenta um display 5 polegadas com 720 x 1280 pixels de resolução. O conjunto interno é composto pelo processador quad-core Snapdragon 410 e RAM de 2 GB, que fazem rodar o Android Lollipop com a personalização TouchWiz. O Galaxy A5 traz 16 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão até 64 GBvia microSD. Nas conectividades, estão presentes Wi-Fi, NFC, Bluetooth, rádio FM, além das redes 3G e 4G.

Tirar print da tela

Zenfone Go

O Zenfone Go tira screenshots quando é sacudido. Para ativar o recurso, basta acessar as configurações do celular da Asus, entrar no menu ZenMotion e marcar a caixa “Shake Shake”. A versão mais barata do intermediário, que traz espaço interno de 8 GB, é encontrada por R$ 570. Além desta há uma variação de 16 GB, cujo preço médio é de R$ 700. Ambas trazem slot para cartão de memória de até 64 GB.

Na parte interna apresentam-se também processador quad-core de 1,3 GHz e RAM de 2 GB, responsáveis por rodar o Android Lollipop (5.1). Suas principais características englobam bateria removível de 2.070 mAh; tela de 5 polegadas com resolução HD; câmera principal de 8 megapixels e frontal de 2 megapixels; rede 3G e conectividades Wi-Fi e Bluetooth.

Galaxy S3

No Galaxy S3, o printscreen pode ser feito apenas movimentando a mão na frente do aparelho, da esquerda para a direita. O recurso precisa ser ativado nas configurações do celular da Samsung, através do menu “Movimento”. Se o usuário não habilitar essa capacidade, a captura de tela continua sendo feita pressionando os botões “Home” e desligar simultaneamente.

Lançado em 2012 como top de linha, o Galaxy S3 possui tela HD de 4,8 polegadas, câmera traseira de 8 megapixels e frontal de 1,9 megapixels. O smartphone é equipado com processador quad-core de 1,4 GHz, 1 GB de RAM e 16 GB de memória interna, expansível em até 64 GB por microSD. Ele roda o Android 4.3 (Jelly Bean), traz conexão 3G e tem bateria de 2.100 mAh. Atualmente, o aparelho pode ser comprado por R$ 1.100.

Bloqueio/desbloqueio

– Lenovo Vibe A7010

O Lenovo Vibe A7010 traz uma forma simples de bloquear a tela: basta virá-la para baixo que o sensor identifica o movimento e apaga o display Full HD de 5,5 polegadas. Por R$ 1.100, o celular traz ainda um leitor de impressões digitais, que permite desbloqueá-lo com o dedo.

Sua câmera traseira tem 13 megapixels de resolução, enquanto a frontal tem 5 megapixels. No conjunto interno figuram processador octa-core de 64 bits, 2 GB de RAM, bateria de 3.300 mAh e memória interna de 32 GB, expansível até 128 GB por meio de microSD.

LG G4 Beat

Assim como os celulares da linha Nexus, o LG G4 Beat traz o modo “On-body detection”. O que esse recurso faz é usar o acelerômetro para identificar quando o aparelho está com o dono. Ao perceber que o usuário está com o celular junto ao corpo, ele mantém a tela desbloqueada. A função fica dentro do menu “Smart Lock”, acessível pelas configurações.

O G4 Beat chegou no Brasil em maio de 2015 e atualmente custa em torno de R$ 1 mil. O dual chip traz uma tela Full HD de 5,2 polegadas, câmeras principal de 13 megapixels e secundária de 5 megapixels. As principais especificações incluem também processador octa-core Snapdragon 615, 1,5 GB de memória RAM e armazenamento de 8 GB, acompanhando um microSD de 8 GB na caixa (o slot suporta cartões de até 32 GB). Ele sai da fábrica com Android Lollipop, mas a LG já confirmou atualização para o Android M. Com informações TechNok.

 

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: