junho 13, 2021

970×90

Centrais sindicais recebem dinheiro público, mas não precisam prestar contas

Organizadoras do “protesto pacífico” em Brasília, para o qual atraíram bandidos armados de porretes, barras de ferro, rojões e até coquetel molotov, entidades como CUT recebem por ano mais de R$ 3,2 bilhões do governo federal, aponta o Portal da Transparência. Em 2014, só as centrais levaram mais de R$ 180 milhões, a título de “imposto sindical”.

Em 2016, o contribuinte feito de otário vai desembolsar R$ 3,5 bilhões. As centrais sindicais milionárias, que só este ano embolsarão mais de R$ 300 milhões, nem sequer prestam contas aos órgãos de controle.

As centrais sindicais não recebiam um centavo sequer antes de 2008. Mas Lula uma lei que lhes reserva parte do “imposto sindical”.

Nesta lei, parte do imposto sindical vai para as centrais e na época o presidente Lula vetou o artigo que previa prestação de contas do dinheiro.

No Brasil existem 15.017 sindicatos, todos sem problemas financeiros. Os três maiores países da Europa, somados, têm pouco mais de 200.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde