outubro 27, 2021

970×90

Clima tenso entre PRB e prefeitura de Camaçari, leva à expulsão de ex-presidente

Clima tenso entre PRB e prefeitura de Camaçari, leva à expulsão de ex-presidente

O clima tenso que tomou conta das relações entre o PRB-Partido Republicano Brasileiro, representados pelas duas lideranças partidárias, Antônio da Feira, presidente, e o Pr Jailton de Jesus, Secretário geral da legenda no município, levaram ao rompimento com a pré-candidata Jailce Andrade (PCdoB) e o prefeito Ademar Delgado, sem partido.

O PRB desde o início do mandato do atual prefeito é o responsável pela SEDES-Secretaria de Desenvolvimento Social, que, em quase quatro anos não apresentou praticamente nenhum resultado por conta da trava existente no governo do município, como de resto, nenhuma secretaria apresentou.

O resultado da inoperância do governo Ademar pode ser constatada pelo alto índice de rejeição ao próprio e à sua indicada à sucessão, Jailce Andrade. Como resultado desse descompasso, o PRB resolveu entregar todos os cargos ocupados ao prefeito. O único membro que se recusou a aderir à iniciativa foi o ex-presidente José Hélio Santos. Hélio desobedeceu deliberadamente a regra de fidelidade partidária e a orientação dos líderes, Deputado estadual Sidelvan Nóbrega e Tia Eron, deputada federal .

Para complicar ainda mais a situação do ex-presidente, a decisão de apoiar um candidato estranho à Igreja Universal, – o Bispo Jair é o candidato da IURD no município – levou a direção municipal a propor a expulsão partidária do titular da SEDES já que a opção de Hélio foi permanecer na secretaria e tecnicamente romper com toda a estrutura do PRB. A consequência não poderia ser outra, a expulsão do partido. Nos bastidores especula-se também, e já é dada como certa, a expulsão dos quadros da IURD por desobediência e traição ao maior líder da igreja na região, o Bispo Jair.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde