Colega de farda ajudou PM a fugir de prisão em Lauro, aponta MP

 Colega de farda ajudou PM a fugir de prisão em Lauro, aponta MP

Crédito: Divulgação / MPBA

Um policial militar teria auxiliado o soldado Diego Kollucha a fugir do presídio do Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, no último dia 27. É o que aponta as investigações do Ministério Público estadual sobre o caso. A saída do preso teria sido planejada e recebido o auxílio direto de cinco suspeitos, que tiveram os mandados de busca e apreensão cumpridos na manhã desta quinta-feira (4).

Durante o cumprimento, dois parentes destes investigados foram presos em flagrante por posse ilegal de armas. Foram apreendidos talões de cheque, munição, armas, documentos, celulares, chips e cartões de memória. Os mandados foram cumpridos nos municípios de Feira de Santana e Itaberaba.

A identidade dos envolvidos não foi divulgada. 
O soldado fugitivo foi recapturado no dia 29 de março em Feira de Santana, para onde teria se deslocado por meio de apoio logístico e operacional dos investigados. O cumprimento dos mandados tem o objetivo de obter mais elementos probatórios da efetiva participação dos alvos.

No dia da fuga, Kollucha se encontrava preso cautelarmente no Batalhão de Choque, por responder a processos criminais por homicídios cometidos nos municípios de Santo Estevão e Saubara. Ele também é investigado por crimes de extorsão mediante sequestro e de integrar organização criminosa, acusações realizadas como desdobramentos da “Operação salobro”, que investiga a participação de PMs em milícias na região de Santo Estévão.

A ação é um desdobramento da ‘Operação Salobro’ e foi realizada pelo Ministério Público da Bahia (MPBA), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e do Grupo de Atuação Especial Operacional de Segurança Pública (Geosp), e pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Força Correicional Especial Integrada da Corregedoria Geral (Force), do Batalhao de Choque e da Corregedoria da Polícia Militar (Correg).

 

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading