Colegas fazem vaquinha para pagar enterro de PM que transmitiu a própria morte ao vivo

O enterro do soldado Douglas Vieira, de 28 anos, que transmitiu a própria morte, ao vivo, no Facebook, aconteceu nesta segunda-feira (30), no cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O soldado chocou o país e causou comoção entre amigos, internautas e PMs aos transmitir seu suicídio pelas redes sociais. 

O vídeo original não está mais disponível na página do policial, mas cópias circulam pelo Facebook e pelo YouTube e viralizou no país. Nas imagens, não é possível ver o PM morto, já que o celular cai da mão dele. Durante a transmissão, enquanto Douglas falava, várias pessoas pediram que ele não cometesse o suicídio: “Douglas, para de bobeira” e “Pelo amor de Deus, Douglas” foram algumas da mensagens deixadas por amigos.

De acordo com o jornal “Extra”, o sepultamento de Douglas só foi realizado porque colegas de farda dele fizeram uma vaquinha para arrecadar fundos. “Venho por meio desta agradecer a todos que participaram da campanha para auxílio financeiro da cerimônia fúnebre do Sd De Jesus, chegamos com ajuda dos amigos ao valor para cobrir todas as despesas fúnebres (…) Juntos somos fortes”, agradeceu um dos amigos.

Em nota, a assessoria da PM informou que o convênio da corporação “só dá cobertura aos policiais mortos e/ou acidentados em serviço”.

Depressão

Após a tragédia, PMs associaram a morte do soldado à falta de pagamento. De acordo com o jornal O Globo, Douglas era soldado do 24º Batalhão  de Polícia Militar (Queimados) e estava na corporação há seis anos. O policial passava por um processo de divórcio e, segundo familiares, estava muito triste e “reclamava de tudo”. Ele deixa uma filha de um ano.

Padrinho de casamento de Douglas, Clenilson Cruz disse ao “Extra” que acredita que tenha havido outros motivos para o soldado cometer o suicídio. “Ele andava muito triste, muito para baixo. Além da falta de pagamento, ele estava se divorciando e trabalhando muito, fazendo segurança privada. Estou muito triste porque ele me chamou para sair ontem e eu não aceitei o convite. Se estivesse com ele, isso não teria acontecido”, desabafou. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste portal é protegido por leis de direitos autorais. Para republicação ou uso, entre em contato com nossa equipe de suporte.