outubro 22, 2020

970×90

Com novo currículo escolar, aulas da rede municipal de Lauro de Freitas iniciam nesta segunda, 17

Com novo currículo escolar, aulas da rede municipal de Lauro de Freitas iniciam nesta segunda, 17

Nesta segunda-feira (17), tem início as aulas 2020 da rede municipal de educação da Lauro de Freitas. De acordo com dados do Sistema de Informações da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Sistema Sábio, mais de 26 mil estudantes estão matriculados nas 81 unidades educacionais. No entanto, este número sofrerá alterações até o momento em que todas as unidades concluírem o processo de alimentação do Sábio. A rede municipal tem capacidade para atender até 31.772 educandos.

O ano começa com uma novidade. As escolas que proporcionam o ensino em Tempo Integral passarão a oferecer a disciplina de Línguas Brasileira de Sinais (Libras), tornando-se bilíngues. O total de 76 escolas estão contempladas com o Projeto Educação Conectada, em parceria com o Ministério da Educação. O Educação Conectada possibilita o acesso à internet em alta velocidade e fomenta o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

Entre estas unidades, 27 foram contempladas como recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDS) para aquisição de equipamentos. Outros projetos como o Desfile da Emancipação, Concurso Literário, Festival Junino, Mostra Educa 7 Minutos e Educom nas Escolas também serão realizados neste ano.

Base Nacional Comum Curricular – Uma mudança importante neste ano é a elaboração e implementação do currículo escolar da rede municipal pela Coordenação da Educação Básica. O processo está sendo realizado de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e em conformidade com o que preceituam o Plano Nacional de Educação (PNE) e o Plano Municipal de Educação (PME).

O documento definirá, além dos direitos de aprendizagens e desenvolvimento dos estudantes, as orientações metodológicas a partir das especificidades do que oferta a rede municipal para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, de acordo com as transformações mundiais, as demandas atuais e da cultura local.

O Currículo deve valorizar as manifestações artísticas e culturais locais, a apropriação de diferentes linguagens nos processos pedagógicos, as tecnologias de informação e comunicação digitais, e estar alinhado à proposta da BNCC de valorizar a diversidade de saberes e as vivências culturais, a apropriação de conhecimentos e experiências dos estudantes, estimulando sua capacidade argumentativa, o autoconhecimento, o cuidado com a saúde física e emocional.

Fundamentam, ainda, a elaboração do Currículo da Rede Municipal, incentivar o estudante a agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários. Também estão contemplados o estímulo à empatia, o diálogo e o respeito à diversidade e à cooperação mútua.

ASCOM PMLF/SEMED

Coordenador Moabe Breno

www.laurodefreitas.ba.gov.br

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde