setembro 27, 2021

970×90

Comércio online cresce no Nordeste em 2020 e empresas buscam maior inovação e entregas mais rápidas

Comércio online cresce no Nordeste em 2020 e empresas buscam maior inovação e entregas mais rápidas

Fonte: Unsplash

A crise que atingiu o Brasil neste ano fez com que o e-commerce se transformasse em uma boa opção de compra para vários brasileiros, principalmente na Bahia e em todo o Nordeste. Os números mais recentes mostram um aumento acima dos 90% e uma tendência de crescimento que deve se estabilizar nos próximos meses. Com isso, algumas empresas começaram a investir em estrutura para oferecer um varejo online ainda mais eficiente.

Segundo dados divulgados pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, durante alguns meses de 2020, a região Nordeste teve um crescimento de até 165% nas vendas por comércio eletrônico. Isso significa uma alta inédita, e que causa um forte impacto em diferentes setores do mercado. Por conta disso, empresas que oferecem diferentes produtos estão buscando cada vez mais investimentos para se expandir no mundo digital.

Por ser uma forma de comércio que exige segurança, principalmente para evitar fraudes na entrega dos produtos, o e-commerce só consegue se expandir com investimento. Assim, empresas como Casas Bahia, Mercado Livre e Magazine Luiza estão fazendo com que as vendas online recebam as atenções devidas. O resultado, principalmente no longo prazo, são números ainda mais positivos para o comércio online.

Na Bahia, por exemplo, os excelentes números de 2020 são um resultado também de investimentos feitos nos anos anteriores. Ainda em 2013, o estado fechou diversos acordos de tributação para incentivar o crescimento do comércio online por empresas como a Saraiva, o Extra e a Lojas Americanas. Todas essas possuem centros de distribuição pelo estado, seja em Salvador ou em outras cidades baianas. Assim, o sucesso de hoje é, na verdade, um investimento feito sete anos atrás.

Investimento estrangeiro

Os bons números do e-commerce brasileiro já estão chamando atenção até das empresas estrangeiras, principalmente da Amazon.   No início de dezembro, a gigante norte-americana confirmou a chegada do serviço de logísticas da empresa no Brasil. A ideia é fazer com que a Fulfillment by Amazon consiga agilizar, não apenas o serviço de entregas, mas também várias outras tarefas que essas empresas possuem.

Não é a primeira vez que a Amazon investe em estrutura física por aqui. Em setembro deste ano, a empresa confirmou o quinto centro de distribuição em território brasileiro. Uma prova de que o país é importante para a marca. Contudo, não é apenas a gigante norte-americana que está dando atenção para isso. Durante todo o ano, várias empresas de tecnologia buscaram aumentar a presença digital no Brasil, desde o Facebook até outras marcas de menor popularidade.

O Nordeste tem tudo para se transformar no principal alvo desses investimentos, pois o crescimento na região é maior que nas outras. Alguns dados divulgados recentemente mostram que, no mês de setembro, as vendas online aumentaram em mais de 90%. Ou seja, existe um grande potencial ainda a ser explorado. O Norte é a segunda região que mais cresceu, conseguindo atingir um índice de 66%, em comparação com 2019. O Sudeste, que é considerado o líder neste mercado, cresceu menos de 50% no mesmo período.

Marketing e propaganda

Outro motivo para o crescimento do e-commerce na Bahia, e em todo o Brasil, é a expansão do marketing digital como ferramenta de propaganda. Essa forma de ação é comum no mundo virtual, e pode acontecer de diferentes maneiras. Por exemplo, as plataformas de streamings, tanto de música como de filmes, costumam oferecer um período de degustação para os usuários, que podem acessar o conteúdo de forma gratuita por algumas semanas ou meses. Já os jogos digitais, como os cassinos online, oferecem bônus sem depósito e rodadas grátispara novos usuários cadastrados nos tradicionais jogos de apostas. Algo semelhante é usado até mesmo em aplicativos digitais de entregas, que também oferecem ofertas gratuitas para quem está usando o serviço pela primeira vez.

Entretanto, foram as redes sociais que se transformaram em uma das ferramentas mais populares no momento. Diversas empresas estão apostando em plataformas como o Instagram e o Facebook para investir no marketing digital. A ideia é divulgar a marca e, em simultâneo, oferecer promoções e descontos nas compras online. Um método que está se mostrando cada vez mais efetivo com o tempo.

Assim, o e-commerce vai conseguindo se expandir cada vez mais no Brasil. A crise enfrentada durante esse ano foi importante para diversificar o mercado, e o mundo digital mostrou que pode ser uma boa solução. Os números também mostram que a Bahia pode ser uma referência nesse crescimento, assim como todo o Nordeste. Não falta potencial e espaço para crescer.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde