setembro 26, 2021

970×90

Conder conclui mais uma etapa da macrodrenagem do Rio Ipitanga. Projeto prevê praça e ciclovia no Quingoma

Conder conclui mais uma etapa da macrodrenagem do Rio Ipitanga. Projeto prevê praça e ciclovia no Quingoma

Foram concluídas as obras do barramento do sexto reservatório de macrodrenagem dos Rios Ipitanga e Joanes e seus afluentes, localizado no Bairro do Quingoma. Na tarde desta terça-feira (17), equipes da Prefeitura de Lauro de Freitas e da Conder, responsável pela execução das obras, visitaram o local para identificar a área onde será construída uma praça com equipamentos para prática de esportes e uma ciclovia.

 

O reservatório terá capacidade para acumular 130 mil metros cúbicos de água das chuvas. O barramento é o responsável por liberar aos poucos para os rios a água acumulada, evitando as enchentes. A previsão é de que no primeiro semestre do próximo ano todo o equipamento, a praça e o reservatório, que vai contribuir para o fim dos alagamentos nos Bairros do Quingoma, Caji e Caixa D’Água, sejam entregues à população.

 

Durante a visita também foram identificadas casas construídas de forma irregular em áreas alagáveis do projeto e que terão de ser removidas. Os moradores serão direcionados para residenciais do Minha Casa Minha Vida (MCMV) ou receberão indenização. Dos seis reservatórios que compõem o projeto de macrodrenagem, que juntos têm capacidade de acumular mais de um milhão de metros cúbicos de água, quatro já estão em pleno funcionamento, três deles com praças.

 

De acordo com o engenheiro Jorge Lima (Conder), responsável pela fiscalização da obra, a ênfase agora é na implantação dos equipamentos. “Em setembro devemos fechar o projeto dos equipamentos da praça, como parque, quadras, e a ciclovia, que além de ser um espaço de lazer e prática de atividade física, serve também para minimizar a ocorrência de invasões e construção irregular de residências, por tratar-se de um delimitador de espaço”.

 

De acordo com o secretário chefe de gabinete da Prefeitura, Luís Maciel, que participou da visita às obras, juntamente com equipes da Defesa Civil Municipal, SEDUR e SEINFRA, na vistoria de hoje foi possível perceber a dimensão do equipamento, que além de diminuir a ocorrência de alagamentos na região, também vai se transformar em um grande espaço de lazer para a população. O secretário também deu maiores detalhes sobre o acompanhamento das intervenções.

 

“Hoje estamos visitando as obras para identificar os ajustes que precisarão ser feitos, aquilo que cabe à Prefeitura e o que cabe à CONDER, para darmos mais celeridade nesta obra. Já recebemos oficialmente os reservatórios três e cinco e constituímos um comitê gestor para fazer a gestão e a fiscalização dos reservatórios e seus parques, para que possamos preservar ao máximo o projeto e garantir a qualidade pensada por quem o elaborou”, declarou Maciel.

 

Desassoreamento

Além da construção dos reservatórios e de nove canais de microdrenagem, o projeto  também contempla o desassoreamento e alargamento de 5 km do Rio Ipitanga, quatro deles já concluídos. Nesta terça-feira (17) uma parte da margem já alargada, localizada no bairro do Caji, também foi visitada. No local está sendo construída uma praça com parquinho, espaço de convivência e áreas para a prática de esportes.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde