novembro 30, 2020

970×90

Condomínio na Orla multa mulher que trabalha com entretenimento adulto por vídeo com body; “viu no Insta”

Condomínio na Orla multa mulher que trabalha com entretenimento adulto por vídeo com body; “viu no Insta”

Um vídeo feito dentro do apartamento onde mora no Jardim de Alah, em Salvador. Esse foi o motivo para Cleidejane Ferreira, conhecida como Jane Ferreira, receber uma multa de R$ 680. Nas imagens, a mulher aparece dentro da varanda do imóvel localizado no Condomínio Bahia Suítes, vestida com um body – peça de roupa feminina que se adapta ao corpo -, de cor branca.

Jane trabalha com entretenimento adulto e utiliza vídeos para divulgação. “Eles [gestores do condomínio] disseram que, no momento, passou um morador embaixo e viu, mas é mentira porque não tem como ver com tanto detalhe a roupa que eu uso. Ele deve ter visto no meu Instagram e eu postei lá porque não tenho a ideia de esconder, mas eles não podem usar isso como prova”, lembra.

A notificação do condomínio alega que a moradora estava com “trajes impróprios” na sacada. Argumenta ainda que “não corrobora” com o que chamou de “esse tipo de atitude”. Além disso, a gestão transcreveu o parágrafo único do Regulamento Interno. “O condômino que pratique comportamento antissocial e venha a gerar incompatibilidade de convivência com os demais será notificado”, diz um trecho do documento. 

Notifica-o

A mulher vai recorrer na Justiça. “A postura do condomínio é equivocada. Eles alegam que ela teria descumprido uma norma do condomínio, causando um mal-estar entre os vizinhos, mas o que ela estava fazendo era se divertindo em uma área privada, dentro da casa dela, onde é livre para fazer o que deseja”, relata o advogado de Jane, que prefere não ser identificado. 

Ainda de acordo com o advogado, a gestão do Bahia Suítes vai ser acionada no processo porque, segundo ele, “a atitude [de multar a moradora] tem teor preconceituoso”. “Quando alguém denuncia precisa de prova. Não filmaram e não tiraram fotos, por exemplo. Agora vou recorer para não pagar a multa de R$ 680 [valor do condomínio]”, complementa a mulher. 

OUTRA NOTIFICAÇÃO

No documento enviado pelo Bahia Suítes à Jane, a administração cita um episódio ocorrido no dia 31 de janeiro. Sem detalhes, afirmou apenas que a unidade foi notificada na oportunidade “evidenciando acintoso desrespeito às normas do condomínio e boa vizinhança”. A moradora confirma a advertência. Segundo ela, a atitude foi tomada pelo fato de estar dançando na piscina com algumas amigas.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde