junho 13, 2021

970×90

Confira a programação cultural para celebrar o Dia da Consciência Negra

Para celebrar o dia Dia da Consciência Negra, comemorado neste domingo (20), terá uma programação voltada para a valorização da cultura negra.

Em Salvador (BA), o Dia da Consciência Negra será marcado por três atividades, com início ainda na madrugada do dia 20 com a ‘Alvorada dos Ojás’ que, de acordo com Gualberto, será uma cerimônia cultural que consiste em envolver os troncos das árvores do Dique do Tororó, lagoa onde estão as estátuas que representam os orixás, em um pano branco formando um laço. O ato simboliza a ligação do homem com a natureza. A atividade cultura é organizada pelo CEN, juntamente com outras entidades que partirão em caminhada até o Pelourinho.

Em mais dois pontos da cidade, nos bairros da Liberdade e Campo Grande, irão ocorrer duas marchas seguindo em direção ao encontro dos participantes da atividade cultural, como explica Gualberto. “Esse ano todas essas ações serão unificadas às 15h. Nós nos deslocaremos junto com o povo do Candomblé para o Pelourinho ao Terreiro de Jesus e receberemos as duas caminhadas que se unificarão ali, será uma culminância desses atos que ocorrem em lugares diferentes e elas se encontrarão para que a gente tenha um grande ato no centro de Salvador”, conclui.

Imagem relacionadaNa cidade União dos Palmares (AL), onde viveu Zumbi, as atividades começam às 7h e seguem até às 17h no Parque Memorial Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga. Na Praça Brasiliano Sarmento, estão previstos shows de reggae, rock, samba e MPB, das 18h às 22h20.

Já em Maceió, na Casa de Jorge de Lima, às 20h, haverá uma apresentação do espetáculo Projeção Mapeada – Narrativas em Movimento. No Teatro Linda Mascarenhas estará aberta, das 8h30 às 17h, a exposição “Lelia Gonzalez: o feminismo negro no palco da história”. O Parque Shopping Maceió recebe as exposições fotográficas “Raízes”, “História da Enfermagem Brasileira: A Contribuição Afrodescendente” e “Pretas, a beleza na cor”, além de apresentar os vídeos da campanha “Filhos do Brasil”, do governo federal.

Outros estados

A Fundação Palmares também apoia a realização do Circuito Cultural de Dança Afro-Brasileira, que leva apresentações de danças, aulas e workshops gratuitos ao Plano Piloto de Brasília e a 14 regiões administrativas do Distrito Federal. A ideia do circuito é dar ao público a oportunidade de ter contato com a diversidade cultural da cidade e promover o resgate histórico das danças de matriz africana.

Em Petrópois, no Rio de Janeiro, na segunda-feira (21) vão ocorrer apresentações de dança das 17h às 21h30 na Casa de Cláudio de Souza. Em Florianópolis (SC), foi inagurada a exposição “Vozes que pulsam – Memória e cultura afro-brasileira em Santa Catarina”, também disponível ao público.

O Museu da Abolição (MAB/Ibram), em Recife (PE), também preparou atividades para celebrar a data: ações de formação, lançamento de livro, campanha virtual, encontros com representantes de terreiros e coletivos afro-brasileiros, música, oficinas, poesia e a abertura de exposição. Mais informações na rede social do museu.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde