abril 14, 2021

970×90

Criança sem medo de hospital, nem de médicos e nem de exames. É possível! Saiba como

Criança sem medo de hospital, nem de médicos e nem de exames. É possível! Saiba como

Levar o filho ao médico é um desafio que muitos pais já enfrentaram. Qual pai e qual mãe nunca tiveram que lidar com birra ou choro dos pequenos durante uma consulta? Essa reação, de medo e estresse, é bastante comum. Se até os adultos ficam ansiosos durante uma visita médica, quanto mais as crianças.

1- Converse com o seu filho.
Com uma linguagem simples e que faça parte do repertório das crianças, explique exatamente o que vai acontecer, como vai ser o procedimento, quem vai fazer, quanto tempo vai durar. Dê todos os detalhes. Hospitais, clínicas e laboratórios são lugares desconhecidos para as crianças e elas se sentem mais seguras se chegarem já sabendo o que vai acontecer.

2- Não minta.
O medo pode fazer a dor ser maior do que é. Por isso, seja sincero. Por exemplo, se determinado procedimento é dolorido, diga que vai doer. Não tente enganar seu filho. Mas explique também os benefícios e mostre que aquilo é importante para a saúde dele.

3- Use brincadeiras.

Atividades lúdicas com bonecos, vídeos, brincadeiras de faz de conta ajudam as crianças a entenderem com mais facilidade a importância de ir ao médico.

4- Procure ajuda.
Por fim, dependendo do nível do trauma da criança, procure um especialista. Psicólogos podem ajudar os pequenos a lidarem melhor com o problema. Uma das técnicas mais indicadas para esses casos é a dessensibilização sistemática, que aproxima a criança do objeto de medo até que ela seja capaz de enfrentá-lo.

Outro fator importante é procurar uma equipe médica bem treinada, que esteja preparada para perceber o que está acontecendo com os pequenos e também com os pais. Os profissionais que trabalham com esse público devem ser sensíveis e estarem prontos para entender tudo o que permeia o ambiente que os envolve.

Pai de cinco filhos, o administrador Francisco Azevedo Dias sabe bem o quanto isso é importante. “Levar um filho ao hospital é um momento em que os pais também estão temerosos, fragilizados, por isso é muito importante ter médicos atenciosos ao seu lado e preparados para cuidar do bem-estar do seu filho”, conta.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde