maio 19, 2022

970×90

Crise econômica faz lojas do aeroporto de Salvador fecharem

A desaceleração no fluxo de passageiros afeta pontos de vendas no aeroporto de Salvador. Com os passageiros mais contidos e buscando opções ao transporte aéreo, o movimento nos aeroportos também registrou queda neste ano.  Nos 60 terminais administrados pela estatal Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a redução atingiu 7,66% e o fluxo caiu de 55,7 milhões para 51,5 milhões de pessoas.
 
No aeroporto da capital baiana, foi verificado o fechamento da Free Shop e da Duty Free. Além disso, um banheiro masculino e uma escada rolante foram interditados. 
 
 
A retração não é uma tendência mundial. De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), a procura aumentou 5,2% em junho na comparação com igual período do ano passado e 4,8% acima do registrado em maio. 
 
Já a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que compila as informações das companhias brasileiras no mercado internacional, informa que, de janeiro a junho último, a demanda teve queda consolidada de 0,3%, para uma oferta reduzida em 1,9% na comparação com igual período do ano passado. Contudo, 3,6 milhões de viagens internacionais foram realizadas no primeiro semestre deste, um volume 2,4% acima de 2015. (Bocão News)
 
Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde