novembro 17, 2019

970×90

Dallagnol rejeita convite para falar sobre mensagens vazadas durante comissão da Câmara

Dallagnol rejeita convite para falar sobre mensagens vazadas durante comissão da Câmara

O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, Deltan Dallagnol não irá comparecer à audiência que acontece na tarde desta terça-feira (9), a partir das 14h, na Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Ele havia sido convidado, mas enviou ofício à Casa na última segunda-feira (8) avisando que não comparecerá. As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, publicada nesta terça.

A presença de Dallagnol foi solicitada pelo deputado federal Rogério Correa (PT), e aconteceu em virtude da publicação de mensagens trocadas entre a força-tarefa da Lava Jato e o ex-juiz, e atual ministro da Justiça, Sergio Moro. No documento encaminhado à Câmara, Dallagnol agradece ao convite e argumenta que prefere manter suas manifestações “na esfera técnica” embora afirme que respeita o Congresso.

“Muito embora tenha sincero respeito e profundo apreço pelo papel do Congresso Nacional nos debates de natureza política que realiza e agradeça o convite para deles participar, acredito ser importante concentrar na esfera técnica minhas manifestações”, escreveu. Também de acordo com a publicação, Dallagnol reiterou o discurso de que as mensagens publicadas pelo The Intercept Brasil em parceria com a Folha e com a revista Veja têm origem “criminosa”, e voltou a questionar a veracidade e autenticidade do material.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: