junho 13, 2021

970×90

Desespero da mãe que luta para reencontrar filha levada pelo pai após separação: “Não durmo, não vivo”

Há quatro meses,  Jodevania dos Santos Alves não vê a única filha. A mulher está desesperada depois de ter a filha, de 9 anos, levada pelo ex-marido após a separação do casal. A Justiça já expediu o mandado de bsuca e apreensão de Ana Beatriz, mas ninguém tem informações do paradeiro do pai e da filha.

— Ele fez isso, realmente, para me atingir. De certa forma atingiu, só que minha preocupação é como ela está agora. Eu não durmo, eu não vivo, meus dias tem passado porque eu não tenho como descansar sem pensar em minha filha.

A criança está desaparecida desde o mês de julho quando saiu com o pai, Cléber Luiz da Silva Barbosa, de 38 anos, e não retornou.

Ana Beatriz chegou quando o casal ainda levava uma vida tranquila, mas com o tempo, Cléber passou a agredir a mulher que sempre tentou esconder as brigas da filha. A mulher conta que nunca denunciou o companheiro por vergonha.

— Um relacionamento muito abusivo, muito complicado, violento e por isso a gente separou.

Cléber sempre demonstrou muito carinho e afeto com a filha, mas era agressivo com a mulher. Insatisfeita com a relação de 11 anos, ela pediu a separação. O juiz estipulou um valor para pensão alimentícia e os dias em que Cléber poderia passar com a filha. Ele não gostou e em um desses períodos com a menina desapareceu com a criança e nunca mais deu notícias.

Um laudo médico assinado por um psiquiatra atesta o comportamento instável de Cléber. O parecer foi decisivo para o juiz da Vara de Família dar a guarda da criança para a mãe.

Mas após o sumiço, a Justiça expediu um mandado de busca e apreensão da criança e Cléber Luiz da Silva Barbosa está sendo procurado. Recentemente, ele também teria brigado com os pais. Na vida profissional, era prioritário de uma lanchonete. Mas nem a família e a sócia sabem do paradeiro dele

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde