outubro 24, 2021

970×90

Dilma decide não se defender pessoalmente em comissão do impeachment nesta quarta

Dilma decide não se defender pessoalmente em comissão do impeachment nesta quarta

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) abriu mão do seu direito de se defender pessoalmente na Comissão Processante de Impeachment, no Senado, nesta quarta-feira (06). Segundo informações do colunista Fernando Rodrigues, do UOL, a petista decidiu que irá pessoalmente a Plenário fazer sua defesa. A informação foi passada pelo senador líder do PT Humberto Costa.

“Na comissão [do impeachment] ela não vai. É possível que vá ao plenário [na votação final do caso]. Isto me foi dito pelo José Eduardo Cardozo [advogado de Dilma Rousseff]”, disse Costa.

De acordo com a publicação, Dilma avaliou que não conseguiria reverter um voto sequer na comissão. Além disso, como aliados da presidente são minoria no colegiado, facilmente ela se tornaria “alvo fácil” de adversários. A votação no plenário do Senado está prevista para ocorrer no final de agosto. Ali, Dilma poderá se defender sem ser interrompida por senadores e pode deixar um discurso “para a história”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde