novembro 30, 2020

970×90

“É muito frio”, diz delegado sobre adolescente que matou menino após briga entre colegas

“É muito frio”, diz delegado sobre adolescente que matou menino após briga entre colegas

Dois adolescentes foram apreendidos suspeitos do ato infracional análogo ao crime de homicídio contra Jeferson Nascimento Santos, de 10 anos, que estava desaparecido há quase uma semana. O corpo do garoto foi encontrado na manhã da última terça-feira (30) em um matagal, próximo a um campo de futebol, em uma localidade conhecida como Porto Sobrado, em vera Cruz, na Ilha de Itaparica.

 

De acordo com o delegado Geovane Paranhos, “Gelinho”, de 16 anos, e “Wendel”, 14,  teria atraído Jeferson para o mato, dizendo que iam caçar passarinho e cometeram o ato infracional.

— Aplicaram uma cacetada e depois aplicaram quatro golpes de faca, causando a morte de Jeferson.

Segundo Paranhos, o crime foi motivado por uma briga entre crianças. Jeferson teria discutido com a irmã de Gelinho na escola por causa de uma bolinha de papel. Durante a confusão, o menino teria dado um tapa na menina, que revidou. O suspeito soube da briga e decidiu se vingar com a ajuda de Wendel.

Após serem apreendidos, os dois suspeitos confessaram o crime. Paranhos disse que Wendel se mostrou arrependido, mas Gelinho “é muito frio”. O delegado informou que o irmão da menina, a princípio, tentou negar o assassinato, o que revoltou a comunidade.

— A princípio não são perigosos, mas dizem que Gelinho é envolvido no tráfico de drogas. Inclusive, o pai dele me contou que ele está afastado de casa há mais de dez anos porque se envolveu com o tráfico de drogas.

Os adolescentes vão ser transferidos para Salvador, onde ficarão internados à disposição da Justiça.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde