novembro 24, 2020

970×90

Educação é coisa de cinema em Lauro de Freitas

Educação é coisa de cinema em Lauro de Freitas

A Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas (PMLF), por meio da Secretaria de Educação (Semed), através da sua Divisão de Projetos e Ações Complementares (Divipac), realiza mais uma “Mostra de Filmes Educa7 Minutos”, neste sábado (3), às 10h, na Escola de Cadetes Mirins. 

De acordo com o cineasta e professor, Alexandre Sena, responsável por este programa educacional, a “Mostra de Filmes Educa7 Minutos” consiste na exibição de curtas, clips, matérias jornalísticas, documentários, vídeo-arte criados e produzidos pelos alunos do ensino médio das escolas municipais, estaduais e privadas de Lauro de Freitas, através da Semed, nas categorias; celular/tablet e máquina fotográfica/filmadora. Após divulgação da Mostra e apresentação do Edital de Inscrição nas escolas, teremos a pré-seleção dos projetos inscritos dentro do prazo estabelecido.

O secretário da Semed, Vanilson Luz, fala da importância da continuidade na Administração Pública, o que ele chama de responsabilidade com a educação de oportunidades.  “Meu antecessor sempre valorizou iniciativas transversais da educação, como as aulas e a mostra de filmes, esportes, artes, pois os alunos estudam no turno oposto, quando não estão em sala de aula, se ocupando com algo produtivo, que educa e pode até se tornar uma profissão. Eu peço aos pais que estimulem seus filhos. Procurem a Divipac”, convida o secretário. 

A diretora da Divipac, Sonia Machado, reforça que as etapas da Mostra de Cinema incluem oficinas de fotografia, cinematografia, edição de vídeo e áudio e a culminância com a Mostra, que será realizada com acesso gratuito no Cine Teatro de Lauro de Freitas, no dia 5 de dezembro de 2016. As inscrições serão até sábado (3), informa e convida. 

De acordo com o cineasta, Alexandre Sena, salienta que educação audiovisual pode ser um diferencial na educação brasileira, principalmente nas periferias. De acordo com um estudo realizado na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, os alunos são livres para gravar e mudar parâmetros como luz, foco ou distâncias, depois analisam e comparam os resultados. Segundo o estudo, 80% das entidades que desenvolvem projetos de Educação Audiovisual Popular (EAP) o fazem sob a ótica de uma educação democrática e libertária. 

A equipe responsável do Educa7 é formada por professores especializados e estudantes da Oficina iMA (imagem, movimento e atitude), que aplica a educação através do Audiovisual e Novas Tecnologias, constituída por oito alunos do ensino fundamental dois e médio, matriculados nas Escolas Municipais e Estaduais de Lauro de Freitas.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde