dezembro 05, 2019

970×90

Educação é homenageada pela inclusão da disciplina ‘cultura e história afrobrasileira e indígena’ no currículo pedagógico

Educação é homenageada pela inclusão da disciplina ‘cultura e história afrobrasileira e indígena’ no currículo pedagógico

No mês de afirmação da luta do povo negro pela cidadania, garantias de direitos e igualdade racial, a Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (Semed) foi homenageada na 12ª edição do Projeto Orooni, em decorrência do cumprimento da lei 11.645/2008 que altera a Lei 10.639/2003, obrigando a inclusão da disciplina ‘Cultura e história afrobrasileira e indígena no currículo pedagógico. A solenidade, que ocorreu no Centro de Referências da Cultura Afrobrasileira, integrou a programação local do Novembro Negro. A referenda foi entregue ao Departamento de Inclusão e Diversidade na Escola, da Coordenação da Educação Básica.
Os debates sobre a inclusão da disciplina no currículo da rede municipal de ensino tiveram início em 2018, por meio de uma sequência de estudos e debates, envolvendo a comunidade escolar, promovidos pela Coordenação da Educação Básica. Neste ano, a disciplina foi inserida em todos os segmentos educacionais oferecidos pelo município. Outras disciplinas como artes com ênfase em música, artes cênicas e dança também foram ofertadas aos educandos a partir deste ano. A Semed inseriu inglês e educação física em turmas da Educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos.
Além de obedecer à determinação legal, o estudo da cultura e história afrobrasileira e indígena relaciona-se com característica da população local, cuja maioria é afrodescendente (cerca de 82%, segundo último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas –IBGE). Além do conteúdo formal ministrado em sala de aula, as discussões sobre etnia também fazem parte do conjunto de atividades lúdicas, promovidas pelas unidades educacionais.
No mês de novembro, as escolas promoveram exposições, mostras de artes, debates e palestras sobre a importância do povo negro na formação socioeconômica e cultural brasileira. Outras atividades como o Café Cultural, que referencia educadores que trabalham com a questão étnica em sala de aula, e o Concurso Literário, que estabelece a relação entre a cultura afrobrasileira e indígena e o cotidiano escolar integram o conjunto de atividades que dotam a rede municipal de ensino de Lauro de Freitas de processos educativos comprometidos com questões étnicas na contemporaneidade.
Associação Orooni – a Orooni é uma associação formada por jovens de religiões de matriz africana de Lauro de Freitas. A 12ª edição do Projeto Orooni reuniu representantes de grupos políticos e do judiciário. O objetivo foi o desenvolvimento de uma discussão sobre limitações e fragilidades do sistema de justiça para coibir atos de violência racial e religiosa, apontadas por adeptos das religiões de matriz africana. Durante o evento foi realizada uma Feira dos Empreendedores do Orooni, com exposições de artesanato, bijuterias, roupas e acessórios afro, de cerca de 20 expositores negros e negras.

ASCOM PMLF SEMED
02/12/2019

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: