Em ato do 8 de Janeiro, PT Bahia reafirma a importância da luta pela democracia

 Em ato do 8 de Janeiro, PT Bahia reafirma a importância da luta pela democracia

Presentes no ato do 8 de Janeiro, organizado por movimentos sociais, centrais sindicais e entidades do poder público em repúdio aos ataques golpistas em Brasília, em 2023, parlamentares e membros da Executiva do Partido dos Trabalhadores da Bahia reforçaram a necessidade de uma luta constante pela democracia no Brasil. Os petistas destacaram ainda a importância de unir esforços para combater o extremismo, o ódio, o fascismo no país e as ameças à estabilidade e soberania políticas.

Realizado na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), na manhã desta segunda-feira, 08, o “Ato em defesa da democracia brasileira: A Bahia se une!” contou com a presença do governador do Estado, Jerônimo Rodrigues, dos vereadores petistas Marta Rodrigues e Suíca, dos deputados estaduais do PT, Robinson Almeida, Rosemberg Pinto, Fátima Nunes, Maria Del Carmen, Neusa Cadore, Júnior Muniz, além de secretários de Estado, como Bruno Monteiro (Cultura) Felipe Freitas (Justiça e Direitos Humanos), Fabya Reis (Assistência e Desenvolvimento Social) e Luis Caetano (Relações Institucionais), dentre outros.

Vice-presidente do PT Bahia, Jéssica Sinai afirmou que o ato realizado na Bahia se soma e reforça todos os outros que estão sendo realizados hoje no país em defesa da democracia. “O país aprendeu muito com aquela situação, e não é à toa que aqui no estado estamos reunindo nesse ato diversos movimentos sociais, dirigentes partidários, agentes governamentais e políticos exatamente para reafirmar que a democracia é fundamental para a construção de uma nação. Então a Bahia está unida junto a outros diversos segmentos no Brasil para defender a democracia” ressaltou a dirigente.

A membra da Executiva Estadual do PT Bahia e presidente da CUT, Maria Firmino, a Leninha, destacou a unidade dos movimentos sociais, sindicais e de setores do governo um ano após os ataques em Brasília e disse que a democracia precisa ser defendida por todos. “A democracia não somos só nós do movimento social que tem que defender um governo que é democrático, que é popular. Um governo que preza pela democracia tem que vir mesmo a público dizer que vamos lutar até o último momento para salvaguardar a nossa democracia, que é tão jovem, que foi tão duramente atacada. Então esse dia de hoje tem um simbolismo: após um ano dizer que nunca mais ninguém se ouse a atacar nossa democracia, os poderes constituídos”, afirma Leninha.

Vereadora de Salvador pelo PT, Marta Rodrigues defendeu a realização do ato para que “nunca mais volte a acontecer no país essa tentativa de golpe como a que aconteceu”. “Se as instituições, o presidente Lula, o Ministério Público, o STF não tivessem sido céleres a gente poderia ter vivido momentos ainda mais dramáticos no país, mas ainda bem que houve esse celeridade e a gente conseguiu ver um ano depois como nós avançamos, mas a gente precisa avançar ainda mais contra o discurso do ódio, da violência, das fake news, porque tudo isso antes vinha com muita intensidade, ainda continua, mas não tanto”, disse Marta, ao acrescentar: “Uma outra pauta que quero colocar para o nosso partido e é o que a gente também faz no dia a dia é a gente levar muito esse debate da democracia na educação. É através da educação também que a gente vai avançando e os nosso jovens vão entendendo também como esse processo é fundamental para a gente no país”.

 

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading