julho 25, 2021

970×90

Em Lauro de Freitas, combate a Covid-19 avança com imunização de idosos acima de 90 anos

Em Lauro de Freitas, combate a Covid-19 avança com imunização de idosos acima de 90 anos

Bastou uma espetada e Dona Caçula, como é popularmente conhecida em Lauro de Freitas, recebeu a dose do imunizante Coronavac, no primeiro dia de vacinação de idosos acima de 90 anos. Uma das moradoras mais antigas do município, dos tempos da Freguesia Santo Amaro de Ipitanga, Leonarda Pereira Franco, 100 anos, disse que irá “voltar mais tranquila para casa”. A idosa está entre os 150 vacinados até o início da tarde desta segunda-feira (01).

A Prefeitura de Lauro de Freitas montou um sistema com três pontos “drive thru” para imunizar o público-alvo. Wilson Franco levou a matriarca Dona Caçula ao ponto estruturado no Ginásio do Aracuí. “Minha mãe é muito ativa e durante esse período de pandemia apresentou sintomas de depressão, chegou a colocar marca passo. A vacina agora é uma esperança”, refletiu. Os outros locais de vacinação estão montados na quadra da Escola Dois de Julho, Itinga, e na Escola Pedro Paranhos, em Portão.


Como afirmou a prefeita Moema Gramacho, o IBGE estima que a população idosa acima de 90 anos do município está em cerca de 200 pessoas. “Nosso foco é vacinar todos da faixa etária determinada pelo Ministério da Saúde nessa etapa. Recebemos 450 doses e buscamos aplicar o máximo possível hoje. Por isso, fazemos um apelo aos responsáveis para que levem os idosos aos pontos de vacinação. Quem for de carro, será vacinado sem precisar sair do veículo. Quem pode se locomover, recebe a vacina dentro da unidade. Aqueles que estão acamados ou alguma dificuldade de locomoção, os responsáveis devem ligar para o telefone 3396-9922 e solicitar a vacinação em domicilio”.


A vacinação dos idosos com mais de 90 continua nessa terça-feira (2), nos três pontos de atendimento, das 8h às 17h. Inicialmente estava previsto que nessa data seriam vacinados idosos com idade entre 85 e 89, mas, por orientação do Ministério da Saúde, o município vai concluir a vacinação dos que têm mais de 90. “Esperamos que cheguem mais vacinas para que possamos atender todo esse público do grupo de risco”, concluiu Moema


Aos 103 anos, a visão de Anita Alves, que também foi imunizada, já não é mais a mesma. Porém, a sua animação ao receber a dose foi transmitida com sorriso e a certeza de que está protegida do coronavírus. “Não sei até onde vou chegar, nem estou vendo as coisas mais como era antes, mas estou animada com a vacina”, conclamou a anciã. Anita Filha, de 73 anos, descreve a sensação de ver a mãe vacinada como um alívio. “Estava ansiosa e muito preocupada. Porque eu saio para fazer mercado e tem questão da exposição. Agora posso ficar um pouco tranquila”, ressaltou.
Lauro de Freitas recebeu, nos primeiros lotes, 3.260 doses dos imunizantes Coronavac e AstraZeneca. Todas as doses já foram aplicadas em profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 e em idosos que vivem nas instituições de longa permanência.

O boletim epidemiológico do município contabiliza, até 31 de janeiro: 9.867 positivos, 8.139 curados, 1.546 em recuperação, 29 internados e 153 óbitos.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde