julho 28, 2021

970×90

Em Lauro de Freitas, volume de chuva em 24 horas corresponde a mais da metade do previsto para todo o mês de julho

Em Lauro de Freitas, volume de chuva em 24 horas corresponde a mais da metade do previsto para todo o mês de julho

Lauro de Freitas registrou o acumulado 91,17mm de chuva nas últimas 24h. De acordo com a Defesa Civil do Município, o volume corresponde a mais da metade do ocorrido em todo o mês de julho do ano passado, quando choveu 161,80 mm. Mesmo com o grande volume em curto espaço de tempo, não houve chamadas de emergência durante a madrugada desta terça-feira (06).

De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Tiago Maxx, as equipes estão trabalhando em esquema de plantão e prontas para atender chamadas relacionadas à movimentação de massas, desabamento de imóveis ou inundações.

“A orientação para pessoas que vivem próximas a rios ou córregos é observar o nível da água, caso note um aumento do nível, a pessoa deve sair do imóvel e se abrigar em local seguro. A Defesa Civil pode ser acionada a qualquer momento através dos números 199 ou 3288 -8628 e ainda pelo e-mail [email protected]laurodefreitas.ba.gov.br“, informou.

Durante toda manhã, os técnicos do órgão percorreram os reservatórios de amortecimento da macrodrenagem dos Rios Ipitanga e Joanes que acumulam o excesso de águas evitando enchentes. A previsão do tempo para hoje é de temperatura mínima de 23º e a máxima 26º com probabilidade de chuva à noite de 5%. A expectativa de volume para as chuvas nas próximas 12 horas é de 10 mm.

Reservatórios da Macrodrenagem

Mais de 1 milhão de metros cúbicos de água que iriam imediatamente para os rios e algumas ruas da cidade, foram armazenados pelos quatro reservatórios da macrodrenagem do Rio Ipitanga que já estão em operação desde o início das chuvas no último final de semana. A liberação deste volume de água é realizada aos poucos, o que diminui a incidência das enchentes e os pontos de alagamento em diversas regiões da cidade. Dos seis reservatórios previstos no projeto de macrodrenagem, quatro já estão operando com sua capacidade máxima.

Alerta

Segundo dados fornecidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de chuva nas últimas 24 horas colocou as regiões Areia Branca, Jambeiro e Vila Praiana no alerta máximo, classificadas na bandeira vermelha que indica risco muito alto. Areia Branca foi a região que registrou maior volume, alcançando 91,17 mm de chuva, em Vila Praiana caiu 72,75 mm e em Jambeiro 70,92 mm de chuva. Os bairros de Portão e Itinga estão classificados como de risco alto, com 62,97 mm e 52,53 mm.

Ações preventivas

A Defesa Civil realiza durante todo o ano ações para mitigar os impactos das chuvas. Além de orientações a pessoas que vivem em áreas de risco, o órgão instala lonas em encostas descobertas e monitora diariamente o tempo na cidade. Lauro de Freitas possui seis pluviômetros instalados em locais diferentes e estratégicos do município que emitem dados a cada dez minutos.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde