“Em Wagner eu confio”, afirma presidente do PT Bahia sobre voto do senador

 “Em Wagner eu confio”, afirma presidente do PT Bahia sobre voto do senador

“Se estou aqui, se Rui Costa está onde está, se Jerônimo é governador, se o PT Bahia é o que é, devemos a ele. Então, eu confio demais”, comentou Éden Valadares

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, defendeu o senador e líder do Governo no Senado Federal, Jaques Wagner, por seu voto, nesta quarta-feira, 22, à Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que limita decisões do Supremo Tribunal Federal (STF). Aprovado no senado por 52 a 18 votos, o texto ainda será apreciado na Câmara dos Deputados e tem como objetivo impedir sentenças individuais em tribunais superiores que impossibilitam a eficácia de uma lei ou de atos dos presidentes da República, do Senado e da Câmara.

Ao destacar que o presidente Lula, na prática, não orientou sua bancada sobre a votação e não definiu uma posição contrária ou a favor do texto, Éden destacou que tem plena confiança nas decisões, na indiscutível correção e na aguçada percepção de Wagner sobre os assuntos políticos dos mais simples aos mais complexos envolvendo os rumos da Bahia e do Brasil. ”Se estou aqui, se Rui Costa está onde está, se Jerônimo é governador, se o PT Bahia é o que é, devemos a ele. Então, eu confio demais”, comentou Éden Valadares.

Éden explicou ainda que apesar de não vivenciar a realidade de Brasília, por morar na Bahia devido à sua direção à frente do PT no estado, tem plena convicção da habilidade de Wagner em promover e fomentar harmonia política entre os Três Poderes. “Não vivo o dia a dia do Senado, nem do Congresso. Mas sei que Jaques Wagner é um grande líder de Governo, alguém com reconhecida capacidade de articulação há décadas. Desde que foi deputado, ministro e agora senador. Portanto, ele tem os motivos dele para votar como votou e, como sempre, os apresentou publicamente. Não me peçam para rivalizar ou polemizar com o senador. Todos sabem da minha relação política e pessoal com Wagner. Minha posição, de mérito, é a do PT. Mas não vou render discordância pública com o nosso timoneiro. Se fez, tem suas razões e eu apoio. Quem sabe, daqui a um tempo, dias, semanas, meses, a gente não perceba ou enxergue a jogada que ele está fazendo? Sempre foi assim. Wagner pensa muito à frente do nosso tempo e nele eu confio”, concluiu Éden.


Ascom PT Bahia
Foto: Divulgação

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading