Entenda o que se sabe sobre jovem que morreu após encontro com jogador do Corinthians

 Entenda o que se sabe sobre jovem que morreu após encontro com jogador do Corinthians

Uma jovem de 19 anos morreu após ter um encontro com o jogador do sub-20 do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho. O caso aconteceu no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, na noite de terça-feira (30) e levanta diversas dúvidas. 

Segundo a polícia, Livia Gabriele da Silva Matos apresentava intenso sangramento nas partes íntimas e sofreu quatro paradas cardiorrespiratórias. Ela foi levada ao pronto-socorro do Tatuapé depois que o jogador acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). As informações são do G1. 

O que aconteceu?

Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, estava no apartamento de Dimas, quando desmaiou. Ela foi levada ao pronto-socorro do Hospital Municipal do Tatuapé por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Segundo a polícia, a jovem teve intenso sangramento na vagina e em parada cardiorrespiratória. A quipe de resgate fez uma  massagem cardíaca e na ambulância a jovem teve outra parada. No hospital municipal, ela ainda teve mais duas paradas cardiorrespiratórias. Livia também perdeu muito sangue por causa da fissura na vagina.

O que o jogador diz?

O jogador disse, em depoimento à polícia, que conversava há alguns meses com a jovem pelas redes sociais, que os dois nunca tinham se visto pessoalmente e que esse tinha sido o primeiro encontro. Dimas ainda afirmou que, durante a relação sexual, a jovem desmaiou e depois ele ligou para a polícia.

A jovem foi sozinha ao seu apartamento, onde o jogador também se encontrava sozinho. Segundo o atleta, os dois não usaram drogas, nem ingeriram bebida alcoólica. Livia teria levado dois cigarros eletrônicos e o jogador disse que viu que ela usava um óleo.

No depoimento, o atleta disse também que os dois tiveram relação sexual. Eles conversaram e quando foram transar novamente, ele diz que percebeu que Livia não respondia e tinha desmaiado. Foi quando ligou para o Samu.

O atendimento o orientou a colocá-la ao chão de barriga para cima e massagear o peito dela até a chegada da ambulância. Foi nesse momento que ele viu que ela tinha um sangramento na vagina.

No hospital, uma profissional da saúde ligou para a família da vítima e pediu que fossem até o local.

Qual a versão do pai da jovem?

O pai da vítima conta que a filha disse que iria sair com uma amiga para um restaurante, onde as duas iam assistir ao jogo do Corinthians. Por volta de duas horas depois ele recebeu uma ligação de uma enfermeira avisando que Livia estava sendo socorrida no Hospital Municipal do Tatuapé.

Na unidade, o pai recebeu as informações sobre o estado de saúde da filha, incluindo que a equipe médica tentava estancar um corte que tinha na vagina de aproximadamente cinco centímetross. 

Ele afirmou que conheceu Dimas no hospital e que o jogador contou que teve um encontro com a jovem e ela desmaiou antes de uma relação sexual. 

O jogador é suspeito?

Ele é investigado no caso de morte suspeita, mas não considerado responsável. A informação é da Polícia Civil. 

Qual o foco da investigação?

O corpo da jovem deve passar por necropsia e o apartamento do jogador, periciado. No local foram encontrados toalhas e lençóis sujos de sangue. O caso foi registrado como morte suspeita no 30º Distrito Policial. O apartamento do jogador também será periciado.

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading