maio 11, 2021

970×90

Equipes da Prefeitura de Lauro de Freitas seguem em alerta para minimizar os efeitos das fortes chuvas na cidade

Equipes da Prefeitura de Lauro de Freitas seguem em alerta para minimizar os efeitos das fortes chuvas na cidade

Depois de um dia de fortes chuvas, equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC) de Lauro de Freitas entraram pela madrugada desta quarta-feira (21) nas ruas da cidade em alerta para   atender famílias que tiveram suas moradias atingidas por alagamentos.

 

O primeiro atendimento da noite aconteceu no bairro de Itinga, que registrou 50,95mm de chuvas em apenas uma hora. De acordo com a Defesa Civil, não há registro, nos últimos anos, de um volume de chuva tão grande em tão curto espaço de tempo na região. A quantidade era o esperado para todo o mês de abril. 

No local, além de orientação a uma família que buscou assistência, as equipes forneceram kit máscara, cesta básica, materiais para higiene e um colchão de casal. A SEMDESC a partir de agora verifica a possibilidade de inserir a família em um programa socioassistencial.  

 

O grupo também atendeu uma família na localidade do Tropical de Baixo, na rua Santa Efigênia, onde houve outro registro de alagamento em uma casa construída no nível inferior ao da rua e próximo a um córrego, o que contribuiu para a inundação.  

 

O superintendente da Defesa Civil, Tiago Max, avaliou a força-tarefa em parceria com a SEMDESC para diminuir os impactos das chuvas à população, principalmente a grande parcela que reside em áreas de risco. 

 

 “A ação conjunta visa dar mais celeridade ao processo, com o intuito de dar uma resposta ao cidadão no menor período de tempo possível”, afirmou o superintendente.  

 

Apesar do grande volume de chuva e do transbordamento de córregos, não há famílias desalojadas. As ruas onde ontem a forte enxurrada assustou a população, hoje a água já havia escoado, como na Rua Adalice B da Fonseca, no Pouso Alegre. Equipe da Defesa Civil voltou ao local para avaliar a situação e colocar lona nas encostas.

 

A previsão é de mais chuvas no município nos próximos dias. A probabilidade para esta quinta é de 80%, sexta e sábado é de 90%, de acordo com dados do Centro de Pesquisa de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).  

 

Medidas preventivas 

 

A Prefeitura de Lauro de Freitas desenvolve ações, como o monitoramento de áreas de risco e a desobstrução de córregos, canais e bueiros para evitar danos causados pelas fortes chuvas, que historicamente ocorrem entre os meses de abril e junho.  

Obras estruturantes também contribuem para a diminuição dos problemas causados no período, como a macrodrenagem do Rio Ipitanga, em execução pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura, e da Avenida Brigadeiro Mário Epinghaus, no centro da cidade, que está em andamento pela gestão municipal e vai quadruplicar a capacidade do escoamento das águas pluviais por meio do canal. 

 

A Defesa Civil conta com seis pluviômetros automáticos que auxiliam na prevenção de desastres meteorológicos, além de realizar vistorias, orientação técnica, colocação de lona plástica, capacitação de lideranças comunitárias, atendimento à população e recuperação de áreas atingidas. 

 

Em caso de emergências relacionadas à chuva, a população deve fazer contato por meio dos telefones 199, 3288-8628 e 9 9983-6678 da Defesa Civil, além do 156 do Centro Integrado de Mobilidade Urbana (CIMU), que monitora pontos críticos e de maiores movimentos através das mais de 300 câmeras espalhadas pelo município. O CIMU e a Defesa Civil atuam em regime de plantão 24h. 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde