junho 12, 2021

970×90

Escola Municipal Capiarara lança projeto para o Dia Mundial do Meio Ambiente

Escola Municipal Capiarara lança projeto para o Dia Mundial do Meio Ambiente

Cem mudas de espécies nativas da região começaram a ser distribuídas nesta terça-feira (25), dia do lançamento do Projeto Sementes do Amanhã, desenvolvido para estudantes da Escola Municipal Capiarara, em Areia Branca.

Aluna do 3º ano B, Noemi Assunção, 8 anos, foi a primeira a receber uma das mudas entregues pela titular da Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (SEMED), Vânia Galvão. “O papel de vocês, que são o futuro do nosso planeta, é preservar o que de belo nós temos, que é nossa natureza”, disse a secretária, em mensagem direcionada aos pequenos.

Sob coordenação do professor Antônio Cláudio, o projeto faz parte de uma das atividades previstas pela escola nas semanas que antecedem a comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que é celebrado anualmente todo 5 de junho.

Também participaram da cerimônia a coordenadora de Projetos Especiais Cidade Educadora da SEMED, Idaci Ferreira, o coordenador da Área de Proteção Ambiental (APA) Joanes/Ipitanga, Geneci Braz, o representante da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do município, Marcelo Cardoso, o vereador Loxa e a equipe da escola.

Sementes do Amanhã

O projeto é resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (SEMED), a Área de Proteção Ambiental (APA) Joanes/Ipitanga e a Bahia Transferência e Tratamento de Resíduos (Battre).

O professor Antônio Cláudio explica que, como parte do projeto, os alunos deverão plantar as mudas em casa ou numa área próxima, com participação da família e, durante o plantio, gravar um vídeo de até um minuto para falar sobre a importância da ação para o meio ambiente.

“A ideia é proporcionar um contato direto com a terra, para criar nos pequenos uma consciência sobre a importância da preservação, não só da flora, mas da fauna e dos demais elementos que fazem parte do ambiente natural”, explicou o professor.

Os estudantes deverão registrar todas as etapas do plantio, desde cavar o buraco, retirar a muda da embalagem, fixá-la no solo, adubar e molhar. Os vídeos podem ser feitos com o uso de qualquer dispositivo, seja celular ou câmera digital.

Pai da aluna Noemi, o polidor Rosalvo Assunção, 43 anos, disse que a família deverá plantar a muda de ipê em Vida Nova, na casa onde vive a avó da criança. “Para que a gente possa, além de proteger a planta, acompanhar melhor o desenvolvimento, já que moramos em apartamento”, conta.

Premiação

De 31 de maio até 3 de junho, os vídeos deverão ser enviados por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, quando serão submetidos a uma comissão julgadora com representantes da escola, da SEMED e da APA Joanes/Ipitanga.

Serão distribuídos, no total, R$300 em premiação para os dez melhores vídeos selecionados pela banca. Cada um dos dez primeiros será contemplado com recargas de celular no valor de R$20. Também haverá o sorteio de uma bicicleta, independente da colocação das crianças.

Entre os dez primeiros, serão escolhidos os três melhores nas categorias de vídeo mais original, mais criativo e mais contextualizado. O primeiro lugar será premiado com R$100, enquanto o segundo e o terceiro colocados ganharão R$50, cada.

No dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, ocorrerá a exibição dos vídeos para a comunidade por meio de redes sociais. A entrega da premiação dos vencedores será realizada no dia 8 de junho.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde