novembro 30, 2021

970×90

“Eu vivo presa na minha casa”, desabafa jovem que acusa vizinho de assassinar seu pai

“Eu vivo presa na minha casa”, desabafa jovem que acusa vizinho de assassinar seu pai

Uma mulher acusa o vizinho de ter assassinado o seu pai. Além de conviver com a falta do mecânico Sinval de Oliveira Pimentel, de 55 anos, Lais também tem que enfrentar a dor de morar próximo do homem suspeito de ter cometido o crime.

— Eu vivo presa dentro da minha própria casa, porque cada vez que eu chego na varanda de minha casa e me deparo com a residência, me vem tudo na cabeça.

Segundo Lais, o pai a procurou para falar que Osvaldo Rocha Viana Filho, de 51 anos, suspeito de cometer o crime, estaria comentando que ele teria furtado R$ 17 mil da garagem da casa dele.

— Meu pai começou a ser ameaçado e registrou um Boletim de Ocorrência na 2ª delegacia da Liberdade de calúnia, difamação e ameaça.

O mecânico teria sido levado por Osvaldo e mais dois homens quando estava na porta de casa, no bairro de Pau Miúdo, em Salvador.

Ainda segundo a filha da vítima,  o suspeito teria confessado o crime para a irmã dele, mas não revelou muitos detalhes.

— A irmã dele, que por enquanto eu prefiro não citar o nome, esteve na delegacia e prestou um depoimento, informando que ele havia ligado pra residência dela falando de fato que ele tinha feito, que as coisas fugiram do controle e ele acabou matando e jogado [o corpo] no CIA.

O homem apontado por Lais está foragido. A Justiça decretou a prisão dele por ter sequestrado e possivelmente matado o mecânico, em 22 de maio de 2016. Lais afirmou que a decretação da prisão ocorreu após as declarações da irmã de Osvaldo. Com informações Record Bahia.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde