junho 12, 2021

970×90

Ex-policial é condenado por morte de taxista em Simões Filho

O ex PM Leandro de Almeida foi condenado a 1 e 8 meses, em regime aberto, e perda do cargo público, por ter assassinado com 5 tiros o taxista Pedro Augusto de Araújo, na saída de um evento acontecido no Clube Juventude que fica na cidade de Simões Filho , região metropolitana de Salvador.

A  discussão  começou quando, involuntariamente ao abrir, Pedro bateu uma das portas do seu carro na perna da  namorada do ex militar. A vítima se preparava para voltar à sua residência junto familiares e amigos. Leandro interpretou a ação de forma negativa e mesmo o taxista pedindo desculpas ele continuou com a agressão verbal. Na confusão Leandro sacou a arma calibre 380  e  disparou contra o taxista que morreu no local.

De acordo com a polícia, na ocasião ele teria tentado matar também um irmão e um cunhado da vítima, mas já não havia mais munição em sua arma. Após cometer o homicídio ele fugiu se entregando à polícia um mês depois do acontecido.

Desde então o ex-policial aguardava julgamento em regime fechado. O crime aconteceu no bairro Cia ,  no ano de 2011. Apesar da condenação, a decisão judicial ainda é passível de recurso.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde