setembro 25, 2021

970×90

Famílias assistidas pelos Cras de Lauro de Freitas começam a receber cestas de alimentos do mês de agosto

Famílias assistidas pelos Cras de Lauro de Freitas começam a receber cestas de alimentos do mês de agosto

Famílias assistidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Itinga receberam, na manhã desta terça-feira (03), uma cesta contendo itens de hortifrúti. A iniciativa, que beneficiou 90 famílias, também contou com palestra sobre alimentação saudável, durante a ação contínua da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC), na Quadra da Estação Cidadania.

As entregas seguirão nos próximos dias. Nesta quarta-feira (04), às 15h, será a vez de distribuir o benefício para 40 famílias atendidas pelo Cras Itinga 2, na Cozinha Comunitária do bairro. Na sexta-feira (06), a entrega será para 35 pessoas do Cras Portão, às 9h, na Cozinha comunitária de Portão, e para 38 pessoas do Cras Vila Praiana, no Cresan, às 11h. Na terça-feira (10), 60 famílias do Cras Areia Branca recebem as cestas às 10h, na Paróquia Santo Agostinho. Na sexta-feira (13) outras 40 pessoas do Cras Caji, às 10h, na Paróquia São Filipe e São Tiago.

Ao público, a nutricionista Hana Vieira explicou a importância da alimentação com folhas, frutas, verduras e raízes para garantir os nutrientes necessários para o funcionamento do organismo.

Os alimentos saudáveis disponibilizados pelo equipamento são essenciais para garantir a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade, que tiveram situação agravada por causa da pandemia, a exemplo da desempregada Marcia Neri, 49. “Para a gente é muito importante. Eu não posso trabalhar por motivo de doença e meu marido também está desempregado. A nossa situação piorou bastante no último ano. Eu e a minha família só temos que agradecer por esses alimentos que vão ajudar muito lá em casa”.

Para Maria do Carmo Santos, 60, que vive situação semelhante, os mantimentos ajudam a família a não passar necessidade. “Vai garantir a nossa alimentação por quase uma semana. Está difícil, tudo muito difícil, mas ainda bem que a gente pode contar com essa ajuda do Cras”, contou.

A Semdesc percebeu aumento de 150% no volume de pessoas em busca de alimentação nos equipamentos administrados pela pasta. O titular da secretaria, Tito Coelho, ressaltou que iniciativas como as de hoje ajudam a garantir a segurança alimentar do público beneficiado. Ele comentou que já está articulando a manutenção do recurso para assegurar o benefício até 2022.

“Ainda iremos sentir o reflexo da pandemia e da diminuição da renda por muito tempo, sobretudo para as pessoas que mais precisam e que foram diretamente atingidas com a crise causada pela pandemia”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde