maio 10, 2021

970×90

Fiscalização interrompeu 20 festas com aglomerações nas últimas duas semanas em Lauro de Freitas

Fiscalização interrompeu 20 festas com aglomerações nas últimas duas semanas em Lauro de Freitas

Mesmo com os apelos dos profissionais da área de saúde para que se evite aglomerações, das campanhas realizadas pela Prefeitura de Lauro de Freitas e do aumento no número de mortes de jovens em função da pandemia do novo coronavírus, as festas em descumprimento aos decretos que proíbem a realização deste tipo de eventos ainda é o maior problema das equipes de fiscalização da cidade. Nas últimas duas semanas, 20 eventos foram interrompidos no município.

Dois deles estavam sendo realizados durante o dia em residências nos bairros de Ipitanga e Vilas do Atlântico. De acordo com o coordenador da força-tarefa de fiscalização, Smith Neto, superintendente da Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (SETTOP), em quase todos os casos as equipes chegam a este tipo de evento por meio de denúncias recebidas pelo número 156, da Central Integrada de Mobilidade Urbana (CIMU).

“A grande maioria destas festas são interrompidas graças às denúncias que recebemos no CIMU, que geralmente são feitas por pessoas que se sentem incomodadas com o som alto. Muitas vezes quando nossas equipes chegam os aparelhos de som já estão desligados, mas as pessoas ainda estão nestas residências, sempre em grande número, especialmente jovens, fazendo o uso de bebidas alcoólicas e sem máscaras de proteção.”

As equipes da força-tarefa, composta por cinco secretarias municipais e que conta com o apoio das Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal e Procon, atuam em duas frentes. Uma durante o dia, responsável pela fiscalização dos estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, e outra que atua para garantir o cumprimento da restrição de circulação noturna, das 21h às 5h da manhã, prorrogada pela Prefeitura até o dia 3 de maio.

Entre os dias 13/04 a 27/04, além da interrupção das festas, as equipes responsáveis pela fiscalização noturna abordaram mais de 1.600 pessoas que transitavam pelas ruas e fiscalizaram 101 estabelecimentos comerciais, 12 deles foram notificados, em sua maioria bares e restaurantes por estarem funcionando fora do horário permitido e comercializando cervejas. A venda de bebidas alcoólicas durante os finais de semana está proibida pelos decretos municipal e estadual, ainda que por meio do serviço de delivery.

De acordo com os protocolos de reabertura do comércio em Lauro de Freitas, bares e restaurantes estão autorizados a funcionar segunda e terça das 10h às 18h30, e de quarta a domingo das 10h às 19h30. A reabertura escalonada dos estabelecimentos comerciais no município foi iniciada no dia 5 de abril, com base em indicadores epidemiológicos que indicam uma melhora no cenário de transmissão da Covid-19, com taxa de ocupação de leitos igual ou inferior a 85%.

Fiscalização diurna

Neste mesmo período, durante a fiscalização diurna, as equipes da força-tarefa fiscalizaram 59 estabelecimentos comerciais. Em apenas dois foram identificadas irregularidades. Desde o início da pandemia a gestão municipal tem dialogado constantemente com todos os segmentos da economia do município, construindo soluções e medidas de forma coletiva, o que acaba resultando em um baixo número de descumprimento das medidas adotadas pela Prefeitura por parte dos estabelecimentos autorizados a funcionar.

Qualquer cidadão pode contribuir com a fiscalização ao identificar aglomerações ou descumprimento das medidas para evitar a proliferação do novo coronavírus, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e distanciamento mínimo. Para denunciar basta entrar em contato pelo número 156 da Central Integrada de Mobilidade Urbana (CIMU), que funciona 24 horas. A identidade do denunciante sempre é mantida em sigilo.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde