setembro 25, 2021

970×90

Fiscalização notifica estabelecimentos, apreende veículo e atende mais de 90 denúncias de poluição sonora no final de semana em Lauro

Fiscalização notifica estabelecimentos, apreende veículo e atende mais de 90 denúncias de poluição sonora no final de semana em Lauro

A força-tarefa de fiscalização de Lauro de Freitas registrou mais de 1.170 pessoas abordadas, 44 estabelecimentos fiscalizados, três estabelecimentos notificados, uma condução a Delegacia Territorial e a apreensão de um veículo. Realizada de sexta-feira (13) a domingo (15), a força-tarefa criada para evitar aglomerações e compartilhar informações educativas acerca do decreto em vigor, também contabilizou 97 denúncias de poluição sonora.

Durante a ação, dois bares em Vilas do Atlântico, foram notificados por aglomeração, e um sítio, em Buraquinho, foi comunicado para adequar o número de pessoas numa festa conforme determina o decreto.

O documento 4.866, de 06 de agosto, estabelece a suspensão de eventos e atividades com a presença de público superior a 300 pessoas, mesmo que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas.

Smith Neto, superintendente da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (Settop), explicou que embora a liberação permita maior quantidade de pessoas, a vistoria ocorre, principalmente, para assegurar que a ocupação seja de, no máximo, 50% da capacidade do local, conforme determina o documento.

“No geral, a operação teve saldo positivo. Fomos às ruas com ações educativas e ações preventivas para explicar e fazer valer o que diz o decreto”, contou.

A ação conta com representantes da Secretarias de Desenvolvimento Urbano e Uso do Solo (SEDUR); Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos (SEMARH), Segurança Pública (SMSP), com atuação da Guarda Municipal, e Saúde (SESA), contando ainda com o PROCON Municipal e o apoio das Polícias Civil e Militar.

O morador de Lauro de Freitas que identificar aglomerações ou descumprimento das medidas para evitar a proliferação do novo coronavírus, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e distanciamento mínimo, pode denunciar por meio do número 156 do Centro Integrado de Mobilidade Urbana (CIMU), que funciona 24 horas. A identidade do denunciante é mantida em sigilo.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde