dezembro 13, 2019

970×90

Foco da campanha contra sarampo é imunizar crianças de até 5 anos

Foco da campanha contra sarampo é imunizar crianças de até 5 anos

A campanha de vacinação contra sarampo, iniciada na segunda-feira (7), segue até o dia 25 com a finalidade de alcançar crianças ainda não imunizadas contra a doença. As doses estão disponíveis em todas as Unidades de Saúde da Família de Lauro de Freitas. Nesta etapa, o público-alvo são crianças a partir de 6 meses e com menos de 5 anos.

A superintendente da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), Regina Coeli, explica que a vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. “O público-alvo da campanha deve ser levado aos postos de saúde, preferencialmente com a carteirinha de vacinação, para que um profissional verifique a necessidade de aplicação da dose”, alerta.

Regina informa que as salas de vacinação farão a triagem de crianças que tenham alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, para que estas recebam a dose feita sem esse componente.

Há contraindicação para bebês com menos de 6 meses. “A orientação para pais de bebês menores de seis meses é evitar exposição a aglomerações, manter higienização e ventilação adequadas de ambientes e, sobretudo, que procurem imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença”, informa.

Outros públicos

Entre 18 e 30 de novembro acontecerá a segunda fase da campanha, focada em jovens de 20 a 29 anos. Esse grupo poderá receber a dose da tríplice ou da dupla viral (sarampo e rubéola), conforme a indicação do profissional de saúde.

A vacina é contraindicada para pessoas imunodeprimidas e gestantes. As pessoas que tiverem dúvidas quanto à imunização adequada devem procurar um posto, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação, que ocorrerá de forma “seletiva”, ou seja, apenas em quem tiver alguma pendência.

Até o momento nenhum caso de sarampo foi confirmado em Lauro de Freitas. No segundo semestre deste ano, quando a Bahia registrou um número alto de pessoas com a doença, a Sesa intensificou as ações para reforço das imunizações. Doses extras da vacina foram distribuídas nas USFs do município destinada a todas as faixas etárias estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Jornalista Giovanna Reyner

ASCOM/PMLF

10/10/2019

Tel.: 3288 – 8371

www.laurodefreitas.ba.gov.br

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: