julho 30, 2021

970×90

Força-Tarefa encerra festa e notifica estabelecimento durante o feriadão em Lauro de Freitas

Força-Tarefa encerra festa e notifica estabelecimento durante o feriadão em Lauro de Freitas

De quinta-feira (01) a domingo (04), a Força-Tarefa de Fiscalização da Prefeitura de Lauro de Freitas encerrou uma festa clandestina nomeada de ‘São João do Ano que vem’ com mais de 70 pessoas, no Quingoma, e notificou o estabelecimento “Altas Horas Bar”, por funcionar após horário permitido no decreto Nº 4.850.

De acordo com balanço divulgado nesta segunda-feira (5), a operação que tem o objetivo de evitar possíveis aglomerações e poluição sonora no município, contabilizou mais de 800 abordagens a pessoas e veículos e teve 46 estabelecimentos fiscalizados. Não houve apreensão na festa encerrada no Quingoma. Fiscais da Força-Tarefa, com o apoio da Polícia Militar da Bahia (PMBA), orientaram os presentes e destacaram as medidas de restrição de circulação noturna em vigor para conter o avanço da Covid-19 no município.

Um estabelecimento notificado recebeu orientação para fechar as portas em cumprimento à restrição de circulação noturna. Embora a comercialização de bebidas alcoólicas esteja liberada no município, o decreto estabelece horário para locomoção até as 22h e proíbe a realização de eventos e atividades com a presença de público superior a 50 pessoas, até a próxima segunda-feira (12).

A Força-Tarefa é realizada por fiscais da Secretaria de Trânsito e Transporte e Ordem Pública (Settop), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e Guarda Municipal, além da parceria com Polícia Militar da Bahia, através da 52ª e 81ª CIPM.

Denúncias referentes à poluição sonora e aglomerações podem ser realizadas através dos telefones: 190 (PM) e 156 (CIMU).

Em relação ao incidente envolvendo um munícipe e um agente da Guarda Municipal, em frente ao Boteco do Caranguejo de Vilas do Atlântico, na noite deste domingo (4), a Força-Tarefa de Fiscalização abriu sindicância interna para apurar os fatos.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde