novembro 27, 2021

970×90

Hoje é o dia da luta contra Intolerância Religiosa

Hoje é o dia da luta contra Intolerância Religiosa

A Intolerância Religiosa é a incapacidade de aceitar a prática religiosa do outro, que acaba resultando em casos de preconceito e descriminação.

No Brasil, a pequena parte da população adepta as religiões de matriz africana, como o Candomblé e a Umbanda, são que mais sofrem.

Eu Iris Natividade, iniciada no axé há 23 anos, filha de Oxum e Oxossi, já sentiu isso na pele, passei apertos na faculdade e em trabalho. Devido a isso que esta data 21/1 é um símbolo de muita força e luta!

O Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa foi sancionada pelo ex presidente Luís Inácio Lula da Silva a partir de um atentado ao terreiro Ilê Axé Abassá de Ogum, localizado em Itapuã, ao ser invadido e destruído por religiosos da Igreja Universal, além de agredirem o marido da mãe Gilda de Ogum. A mesma acabou falecendo de ataque cardíaco no dia 21/1 após ler uma manchete no jornal da igreja dizendo: “Macumbeiros charlatões lesam a vida e o bolso de clientes”.

Apesar de ser um país Laico e a constituição prever Intolerância Religiosa como crime de ódio, ela continua sendo reproduzida constantemente todos os dias.

É possível denunciar via Disque 100 que funciona 24h por dia para crimes que violam os direitos humanos.

Não vamos nos calar. A Intolerância Religiosa é uma batalha diária, a qual não podemos nos cansar e desistir. É um trabalho de muita luta e construção para que as religiões de matriz africana sejam respeitadas de fato, não só na Bahia, mas em todo Brasil.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde