agosto 12, 2020

970×90

Idoso internado com Covid-19 mantém ereção por quatro horas e médicos investigam relação com a doença

Idoso internado com Covid-19 mantém ereção por quatro horas e médicos investigam relação com a doença

Um homem de 62 sofreu um quadro de priapismo, uma espécie ereção involuntária e contínua do pênis que pode durar horas, durante sua internação pela Covid-19. Os médicos que o antenderam no Centre Hospitalier de Versailles, na França, publicaram um artigo no The American Journal of Emergency Medicine sobre a excitação estar ligada ao coronavírus.

Ao chegar na UTI, os medicos notaram a “condição” do paciente. “O exame físico revelou priapismo sem identificação prévia, na ausência de cateterismo urinário. O paciente estava sedado e incapaz de responder perguntas sobre dor. Clinicamente, os corpos cavernosos eram rígidos, enquanto a glande era flácida”, descrevem no artigo, em inglês.

Os profissionais colocaram gelo e conseguiram diminuir a ereção, mas perceperam que o priapismo pode ter sido causado por coágulos no sangue do idoso. “Após quatro horas de ereção persistente, fizemos uma aspiração do sangue peniano e encontramos coágulos sanguíneos escuros, sugerindo priapismo de baixo fluxo”, revela o estudo, publicado no último dia 17 de junho.

“A apresentação clínica e laboratorial em nosso paciente sugere fortemente que o priapismo estava relacionado à infecção por SARS-CoV-2 [causador da Covid-19]. Essa emergência médica deve ser reconhecida pelos profissionais de saúde e tratada prontamente para evitar complicações funcionais imediatas e crônicas”, conclui o relato de caso. Após 14 dias usando ventilador mecânico, o paciente foi retirado da UTI sem maiores problemas e sem novos casos de priapismo.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde