abril 14, 2021

970×90

Investigado por lavagem de dinheiro, João Santana recebeu R$ 2,7 mi do PT

Investigado por lavagem de dinheiro, o marqueteiro João Santana recebeu, em 2015, R$ 2,7 milhões pagos pelo PT com dinheiro do fundo partidário, segundo informações do site Uol.
 
De acordo com a publicação, o pagamento foi feito à empresa de Santana, a Polis Comunicação & Marketing, e consta na prestação de contas que o partido entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  Questionado pela reportagem sobre os pagamentos, o PT disse que não iria se manifestar sobre o assunto.
 
O fundo partidário, cujo nome oficial é Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, é um montante repassado todos os anos pelo poder público para os partidos formalmente registrados junto ao TSE. Para receber o dinheiro, que serve para atividades partidárias, as siglas devem estar com suas prestações de conta em dia. 
 
Em maio de 2015, a Polícia Federal instaurou um inquérito contra João Santana para apurar suspeitas de que duas empresas das quais ele é sócio (Polis Caribe e Polis Propaganda & Marketing) teriam trazido de Angola para o Brasil US$ 16 milhões em 2012 por meio de transações financeiras ilegais para beneficiar o PT.
Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde