junho 13, 2021

970×90

Jorge Viana assina documento que descumpre decisão do STF e rebate colegas que o tratam por ‘presidente’

Jorge Viana tem a exata noção da bomba que chegará ao seu colo se/quando assumir, de fato, a presidência do Senado.

De cada dez projetos caros ao governo que vão tramitar no Senado, nove contrariam os interesses do PT, partido de Viana.

Ou seja, dia sim, outro também ele terá de escolher entre bater de frente com o Palácio do Planalto ou trair sua sigla.

Talvez por isso, o petista tenha subscrito o documento elaborado pela Mesa Diretora, da qual ele faz parte, que, na prática, descumpre a decisão tomada pelo ministro do Supremo Marco Aurélio Mello de afastar Renan Calheiros do comando da Casa.

Não só isso: ontem pela manhã, Viana não queria nem ouvir na palavra presidente.

Quando algum colega usava o termo como forma de tratamento a ele, o petista refutava.

“Não, não, não, o presidente é o senador Renan Calheiros”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde