setembro 28, 2020

970×90

Lauro de Freitas abre cadastro de artistas locais para acesso ao auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc

Lauro de Freitas abre cadastro de artistas locais para acesso ao auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc

A Prefeitura de Lauro de Freitas promove o cadastramento de artistas, grupos e espaços culturais do município visando a inserção dos trabalhadores do segmento nos benefícios da lei emergencial “Aldir Blanc” (n° 14017/2020) e mapeamento cultural da cidade. O lançamento será nesta quarta-feira (12), às 20h, através do Youtube (Secretaria de Cultura de Lauro de Freitas Oficial) e do Instagram (@assmusicosdeitinga).
O encontro virtual busca esclarecer todas as dúvidas da população acerca da lei emergencial. O mediador será Sidnei Zapata, diretor do Sindicato de Músicos da Bahia, com participação de Zazá Sousa, Secretaria da SECULT, e de membros da Associação dos Músicos de Itinga e da Associação dos Músicos de Lauro de Freitas. Após o lançamento, os formulários ficarão disponíveis no site da Prefeitura até o dia 27 de Agosto.
O cadastramento é gratuito e simples. Os interessados devem comprovar a realização de atividades culturais nos últimos dois anos. Além disso, deverão anexar fotos ou outros registros que validem a realização das suas funções profissionais. Os contemplados pelo benefício receberão três parcelas no valor de R$ 600,00, que poderá ser concedido para até duas pessoas da mesma família. Mães solo receberão o valor de R$ 1.200,00.
As pessoas jurídicas também terão direito a este auxílio. Estão inclusos no grupo: Espaços culturais e artísticos, escolas de capoeira, museus e bibliotecas comunitárias, centros artísticos e culturais afro-brasileiros, espaços de povos e comunidades tradicionais, comunidades quilombolas e festas populares. O valor a ser recebido varia entre R$ 3 mil e R$ 10mil.
De acordo com Ivanildo Souza, presidente da Associação dos Músicos de Lauro de Freitas, esta lei surge como um suporte positivo para os artistas locais que tiveram suas rendas impactadas durante o período de pandemia. “A lei emergencial é de suma importância para a classe artística. Já são cinco meses sem trabalho, sem renda. No encontro de hoje, vamos ponderar as diversas situações e esclarecer todas as dúvidas dos artistas da nossa cidade”, comentou.
Para mais informações sobre o cadastramento, a Secretaria Estadual de Cultura disponibiliza os seguintes canais de comunicação: (71) 99688-1460/ [email protected]

JornalIsta: Iana Silva
12/08/2020

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde