dezembro 04, 2021

970×90

Lauro de Freitas aplica as três doses da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (25). Confira públicos e locais

Lauro de Freitas aplica as três doses da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (25). Confira públicos e locais

A vacinação contra a Covid-19 em Lauro de Freitas segue para vários públicos nesta quinta-feira (25). A oportunidade vai desde aqueles que ainda não tomaram a primeira dose (12 anos ou mais, grávidas e puérperas), 2ª dose da Pfizer com o prazo para até dia 30 de novembro e 3ª dose para pessoas com 54 anos ou mais, imunossuprimidos e profissionais de saúde.

Aqueles que se encaixam nos públicos alvos devem se dirigir até a Quadra do Colégio Dois de Julho (Itinga), no Ginásio de Esportes do Aracuí (Centro) e Unidades de Saúde da Família: Irmã Dulce e Vila Nova (Portão); Vida Nova (Caji); Tarumã e São Judas Tadeu (Itinga); Manoel José Pereira (Capelão); Padre João Abel (Jambeiro); e Antônio Carlos Rodrigues (Areia Branca). A aplicação da vacinação será das 8h às 12h.

Documentação

É importante ficar atento para os documentos necessários para receber a proteção. Para cada público há requisições específicas na hora de se vacinar.

Os que buscam a dose de reforço, por exemplo, devem apresentar cartão de vacinação com o registro das doses anteriores, documento de identificação e terem pelo menos cinco meses de intervalo entre a segunda dose. Já para imunossuprimidos, o intervalo entre a segunda dose é de 28 dias e é imprescindível apresentar relatório médico.

As gestantes e puérperas devem apresentar relatório médico (cópia e original), cartão SUS ou CPF e documento de identificação.Os adolescentes só serão vacinados na presença de pais ou responsáveis e para este público os documentos necessários são: cartão SUS ou CPF, comprovante de residência e documento de identificação oficial com foto.

Vacinação segue avançando

Com mais de 98% do público adulto vacinado com pelo menos uma dose, Lauro de Freitas avança na imunização contra Covid-19 e passa a ofertar mais locais de vacinação para facilitar ainda mais o acesso à proteção.

A ampliação dos pontos de vacinação foi elogiada pela dona de casa Micaele Oliveira. “Eu moro aqui mesmo no bairro de Portão e para mim facilitou bastante a vacina perto de casa porque tenho um bebê recém-nascido e tenho que levá-lo comigo”, falou. Dona Marival Santos reforça que a vacina perto de casa é mais cômodo. “Eu cuido de meu pai que é idoso e muito doente. Só agora tive a oportunidade de tomar a primeira dose e porque está perto de casa, isso foi muito bom”, disse.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde